26/12/2020 às 17h50min - Atualizada em 26/12/2020 às 17h50min

Figueira vence clássico, sai da zona de rebaixamento e Avaí desperdiça chance de encostar no G-4

Marcos Eduardo Carvalho
Patrick Floriani/FFC
O Figueirense deixou, ao menos momentaneamente, a zona de rebaixamento ao vencer o clássico contra o Avaí por 2 a 0 neste sábado, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, na sequência da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Jorginho foi aos 35 pontos, subiu para o 16º lugar, ultrapassou o Náutico no saldo de gols e torce para que o Paraná (32 pontos) não vença a líder Chapecoense fora de casa na segunda-feira para terminar a rodada fora da zona de degola.

Já o time comandado pelo técnico Claudinei Oliveira segue com 44 pontos, em nono lugar, e cinco pontos atrás do Juventude, último time dentro do G-4, deixando o sonho do acesso ainda mais longe.

Agora, o Avaí volta a jogar na terça-feira, quando recebe o CRB, às 19h15, na Ressacada. Já o Figueirense só volta a jogar em 2021, no dia 2 de janeiro, quando visita o lanterna Oeste-SP, em Barueri, às 18h45.

O JOGO.

Como mandante, o Figueirense começou tomando a iniciativa do jogo. Mas o Avaí também saía para o jogo. Aos poucos, o time visitante ia melhorando.

Mas, apesar disso, o Figueira abriu o placar aos 15min. Após cobrança de escanteio pela esquerda, o goleiro João Frigeri saiu mal do gol e Guilherme Thiago dominou e chutou forte para fazer o gol. A bola bateu na mão de Diego Gonçalves antes, mas o árbitro deu sequência no lance. Frigeri se machucou no lance e teve que ser substituído por Gledson. Prejuízo duplo na jogada.

O jogo era tenso e, aos 31min, um lance curioso: o Figueirense conseguiu um lateral e o árbitro deu reversão. Na vez do Avaí, nova reversão e a bola voltou para o Figueira – ambos por cobrarem fora do lugar.

Em desvantagem no placar, o Leão da Ilha foi para o ataque, mas não tinha objetividade. Mais efetivo, o Figueirense chegou ao segundo gol aos 39min. Diego Gonçalves aproveitou excelente contra-ataque pela esquerda, Diego Gonçalves escapou livre, limpou o zagueiro e mandou no canto esquerdo, com categoria: 2 a 0.

Dois minutos depois, desta vez com Bruno Michel pelo lado esquerdo, o Figueirense quase marcou o terceiro, acertando uma bola na trave, rasteira, com muito perigo. Mas o primeiro tempo terminou empatado com vantagem parcial do Figueira.

Veio o segundo tempo e o Avaí, precisando do gol, adiantou a marcação. Aos 7min, quase diminuiu com Ronaldo, que desviou cobrança de falta de Valdívia e a bola passou raspando a trave.

O Figueira deu o troco dois minutos depois e, em ataque perigoso, Gledson fez grande defesa em chute de Thiaguinho.

O Leão respondeu aos 15min, com Getúlio, que cabeceou após cobrança de escanteio e obrigou Rodolfo Castro a fazer uma defesa milagrosa.

O tempo foi passando, o Figueirense foi valorizando o resultado e o Avaí não conseguia chegar com real perigo para buscar um gol.

No final, a partida acabou com o placar inalterado e vitória do time da casa, devolvendo a derrota sofrida na Ressacada no primeiro turno.
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp