29/10/2021 às 14h23min - Atualizada em 29/10/2021 às 14h23min

Hélder destaca importância do Criciúma em vencer o Ituano no domingo pela Série C

Marcos Eduardo Carvalho
Celso da Luz/www.criciuma.com.br
O lateral-direito Hélder, do Criciúma, deu entrevista coletiva nesta sexta-feira (29) e falou sobre a importância do jogo de domingo (31) contra o Ituano, pela segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C, no estádio Heriberto Hulse.

Se vencer, o Tigre se recupera da derrota para o Botafogo-PB e ainda pode encaminhar uma das duas vaga se acesso.

“Vai ser um jogo chave para a gente que está almejando esse acesso. É uma final. Estamos preparados para esse jogo. Estamos em segundo lugar e, se a gente quer subir, tem que ganhar jogo”, disse o jogador.

Para ele, o clima para este duelo é de decisão contra a equipe paulista. “É com esse intuito que vamos para a partida no domingo. Estamos considerando como se fosso o último, pois vai definir muita coisa na briga pelo acesso”, explicou o atleta.

Agora, ele procura focar neste jogo e qualquer resultado que não seja a vitória não passa pela cabeça dos atletas.
“O Ituano ganhou fora de casa, mas a gente tem consciência de que esse jogo é importante para o nosso acesso. Não podemos pensar no próximo jogo, contra o Paysandu, precisamos estar focados”, afirmou.

Variações

Sem entregar o jogo, o atleta disse que o trabalho com o técnico Claudio Tencati durante a semana foi bastante proveitoso.

“Tivemos muitas variações de esquema tático, de trocas de jogadores, a gente sabe da força do Ituano. Não posso entregar, né. A gente está concentrado, temos as pessoas que trocamos no treinamento, mas não posso entregar o jogo aqui (risos)”, disse.

“A gente sabe que estamos preparados para este momento. Nos preparamos o ano todo e tempos a convicção de que vai dar tudo certo no domingo”, afirmou Hélder.

Segundo ele, na carreira, já passou por várias situações parecidas, onde jogou com a obrigação de vencer e lembrou do jogo do Juventude, seu ex-time, contra o Figueirense, na Série B do Brasileiro do ano passado.
“Várias vezes tive situações como essa. Ano passado mesmo, quando estava no Juventude, fizemos um jogo histórico, tomamos um gol aos 45min e viramos”, disse.

“A gente teve que sair para vencer fora o Guarani, conseguimos e passamos isso para o pessoal aqui. São 90 minutos que decidem uma partida e precisamos estar preparados para isso”, afirmou.

Derrota

Depois, ele falou sobre o resultado ruim contra o Botafogo e ressaltou novamente que está preparado para a recuperação.

“A gente não tinha perdido, não tinha tomado gol. Temos que estar preparados para dar a volta por cima. Temos que frisar que somos os segundos da nossa chave e, se vencermos, vamos decidir contra o Paysandu”, disse.

“Torcedor está ansioso, a gente está ansioso, mas é uma ansiedade boa. A gente está vivendo um momento bom e estamos com a possibilidade de colocar novamente o Criciúma em uma Série B. Chamamos o torcedor para fazer uma festas com a gente e não vai faltar determinação”, finalizou.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp