19/03/2021 às 00h00min - Atualizada em 19/03/2021 às 00h00min

​Em um ano de pandemia, segurança pública de SC já fez cerca de 500 mil fiscalizações

Da Redação
Mauricio Vieira/Secom
Na última quarta-feira, dia 17, as fiscalizações contra as aglomerações em Santa Catarina por conta da pandemia da Covid-19 completaram um ano. Desde então, para cumpris os decretos restritivos do governo do estado, foram quase 500 mil fiscalizações da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, desde março do ano passado, foram interditados 616 estabelecimentos. Desde lá, as fiscalizações ocorrem todos os dias da semana.

Só com a Polícia Militar, realizadas 400 mil fiscalizações das restrições atendendo aos decretos governamentais nesse sentido. De acordo com a instituição, esta é uma das maiores operações realizadas pela PMSC em conjunto com os demais órgãos do Governo do Estado, coordenadas pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) para enfrentamento do coronavírus em Santa Catarina.

Dessas 400 mil fiscalizações, 5.200 geraram algum tipo de notificação e houveram 430 interdições em estabelecimentos, desde março de 2020.

A pandemia da Covid-19 está sendo fiscalizada pela PMSC através dos seus sistemas informatizados e com ações constantes, que dão as condições para os policiais possam continuar com o seu trabalho operacional no combate ao crime e, no atendimento das  ocorrências diárias em relação às regras de Saúde contra a pandemia.

INTENSIDADE.

Para o comandante-geral da PM em Santa Catarina, coronel Dionei Tonet, a polícia sempre esteve atenta às mudanças necessárias de acordo com a pandemia. “No momento de maior necessidade, desde o dia 25 de fevereiro, com as novas regras de fechamento dos serviços essenciais durante os finais de semana, destacamos um efetivo exclusivo de 500 policiais de reforço, que incorporaram ao efetivo existente nos municípios”, completou.

O emprego da tropa é alterado de acordo com as necessidades apontadas pela área da Saúde e das ocorrências que demandam atendimento imediato.

Segundo o sub-comandante-geral da PMSC, coronel Marcelo Pontes, a marca mostra a necessidade da continuação do nível do trabalho que está sendo realizado. “Sabemos da dificuldade do momento e da importância de estarmos todos unidos para garantir que esta pandemia seja neutralizada”, afirmou.

O PMSC Cidadão (o PMSC Cidadão pode ser baixado nas lojas de aplicativos IOS e Android) deve ser usado pela população catarinense para denunciar as ocorrências sobre o Covid-19. A PMSC também continua atenta a todas as denúncias realizadas pelos cidadãos através do telefone 190.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp