12/01/2021 às 23h20min - Atualizada em 12/01/2021 às 23h57min

Chapecoense vence clássico e recoloca Santa Catarina na Série A do Brasileiro; Figueira segue na zona de degola

Marcos Eduardo Carvalho
Patrick Floriani/FFC
A Chapecoense está de volta à Série B do Campeonato Brasileiro! Nesta terça-feira, carimbou a vaga com quatro rodadas de antecipação justamente contra um time de Santa Catarina, o Figueirense, ao fazer 2 a 1 na Arena Condá, em Chapecó na noite desta terça-feira, pela 34ª rodada da competição nacional.

O time comandado pelo técnico Umberto Louzer foi a 66 pontos e ainda contou com derrotas de CSA e Juventude, mais cedo, para abrir 14 pontos de vantagem para o quinto colocado. Como restam mais 12 pontos para o final, o Verdão do Oeste não pode mais sair do G-4.

Agora, a meta é buscar o título. A Chape está em segundo lugar, com 66 pontos, um a menos do que o líder América-MG, que empatou sem gols com o Náutico e conquistou o acesso esta noite, mais cedo.

A situação para o Figueirense, porém, ficou ainda mais complicada. Com 36 pontos, caiu para o 18º lugar, na zona de rebaixamento e viu o Paraná ultrapassar, também com 36, mas uma vitória a mais, após fazer 2 a 0 no CSA. Foi o primeiro jogo com o técnico Jorginho de volta após se recuperar da Covid-19. E o time completa três jogos sem vitórias.

Na próxima rodada, sexta-feira, o Figueira recebe o Brasil, às 16h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.  Já a Chape visita o Vitória, domingo, às 17h, no estádio Barradão, em Salvador.

Em campo, a partida começou equilibrada e disputada no meio de campo. Mas, aos poucos, a Chape se soltou e conseguiu abrir o placar aos 21min, com Paulinho Moccelin, de cabeça, desviando cruzamento no canto direito.

O Figueirense, então, foi para cima, em busca do empate. E quase conseguiu aos 25min, com chute de Renan Luís, que João Ricardo fez grande defesa. Dois minutos depois, com Itinga, de cabeça, o time visitante teve outra boa chance, mas a bola foi pela linha de fundo.

O jogo era lá e cá e, aos 28min, o goleiro do Figueirense fez duas defesas seguidas, primeiro com chute de Ronei e, na sobra, com Paulinho Moccelin.

Aos 31min, o Figueira teve um gol de Diego Gonçalves anulado, por impedimento, em bom ataque do time de Florianópolis.

No segundo tempo, o Figueira voltou melhor no início. Pressionando, tentava o empate, mas dava espaços para a Chape nos contra-ataques. Aos 9min, Rodolfo Castro fez grande defesa em chute de Roberto.

O Figueira teve grande chance de empatar aos 13min, quando Erison acertou a trave, após jogada que começou pela direita.

Mas a Chapecoense era mais eficiente. E ampliou o placar aos 20min, com Derlan, no rebote de defesa de Rodolfo Castro.
 
O segundo gol deixou o jogo praticamente definido. O Figueirense ainda foi para cima. E, de tanto tentar, conseguiu um pênalti aos 37min. No minuto seguinte, Diego Gonçalves cobrou no meio do gol e diminuiu: 2 a 1. Porém, não conseguiu buscar o empate, apesar da pressão no final.

Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp