02/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 02/01/2021 às 00h00min

Cesta básica em Florianópolis equivale a 57,57% do valor do novo salário mínimo

Marcos Eduardo Carvalho
Ricardo Wolffenbuttel/ SECOM
Na última quarta-feira, o presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou que o valor do salário mínimo para 2021 será de R$ 1.100; em 2020, o valor ficou em R$ 1.045.

Considerando o valor líquido (R$ 1.017,50), já descontados os 7,5% de contribuição previdenciária obrigatória, previstos em lei, hoje, o trabalhador de Florianópolis que recebe o piso salarial teria que gastar 57,57% do valor para adquirir uma cesta básica mensal – sem contar os outros gastos do dia a dia, como transporte, vestuário, contas de água, luz, telefone, internet e aluguel, por exemplo.

De acordo com o último levantamento feito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a cesta básica na capital catarinense hoje custa R$ 584,76.

Atualmente, de acordo com o órgão, Florianópolis só fica atrás de São Paulo (R$ 595,87) e Rio de Janeiro (R$ 592,25), entre as cestas básicas mais caras do país.

Segundo o Dieese, em novembro, o valor do salário mínimo necessário para uma família de quatro pessoas seria de R$ 5.289,53.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp