12/10/2021 às 00h00min - Atualizada em 12/10/2021 às 00h00min

Palhoça aposta em cardápios diferenciados para alunos com restrição alimentar

Da Redação
Divulgação
A inclusão é um dos preceitos do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e para atender esse objetivo existe a obrigatoriedade do fornecimento de alimentação escolar adequada aos alunos com condição de saúde específica, garantindo aos estudantes o direito de receber uma alimentação individualizada.

Para atender essa exigência a Coordenadoria de Nutrição e Alimentação Escolar/ PNAE de Palhoça, por meio de suas nutricionistas,  vem buscando fazer cardápios individualizados e específicos para a alimentação escolar, com base em recomendações médicas, nutricionais e demandas diferenciadas. Os cardápios seguem as diretrizes de uma alimentação saudável e adequada, compreendendo o uso de alimentos variados, seguros, que respeitem a cultura, as tradições e os hábitos alimentares, contribuindo para o crescimento e o desenvolvimento dos alunos e para a melhoria do rendimento escolar, em conformidade com a sua faixa etária e seu estado de saúde.

Todo início de ano letivo,  as nutricionistas enviam às unidades educativas uma ficha de cadastro para atendimento aos alunos com necessidades alimentares específicas e/ou em uso de fórmulas infantis. A ficha é preenchida pelos pais e/ou responsáveis do aluno e reenviada ao setor. Então, são confeccionados cardápios especiais e individualizados para cada aluno com alguma patologia ou restrição alimentar (diabetes mellitus, intolerância à lactose, alergia à proteína do leite de vaca, disfagia, hipertensão arterial, alergias alimentares, doença celíaca, entre outras). 

De acordo com as nutricionistas da Coordenadoria de Nutrição e Alimentação Escolar/ PNAE de Palhoça “a preocupação é que esses alimentos diferenciados (sem açúcar, glúten, leite, lactose, entre outros) sejam, além de adequados nutricionalmente, os mais próximos possíveis sensorialmente das suas versões convencionais, para que o aluno com alimentação diferenciada sinta-se incluído no momento da refeição na escola com os colegas”.

Para a elaboração de uma dieta saudável que atenda as necessidades especiais de forma individualizada, muitas vezes, é necessário entrar em contato com os pais, com médicos, fonoaudiólogos e professores da educação especial para um acompanhamento integral e a busca de melhores resultados. 

“Os benefícios de uma alimentação balanceada para os alunos vão muito além do ambiente escolar e têm impacto direto na sua qualidade de vida. Entender as situações particulares e elaborar cardápios diferenciados que atendam as necessidades de quem mais precisa é uma maneira concreta de inclusão e de contribuição para a melhoria do aprendizado” define o prefeito Eduardo Freccia.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp