02/03/2021 às 08h58min - Atualizada em 02/03/2021 às 08h58min

​São José autuam 38 estabelecimentos e fecham seis durante o final de semana

Da Redação
Divulgação Secom/PMSJ
As forças de segurança de São José estiveram em mais de 70 estabelecimentos do município neste final de semana (26 a 28) para verificar o cumprimento do decreto do Governo do Estado com medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19. Os dados foram divulgados pela prefeitura. As ações de fiscalização terão continuidade nos próximos dias, já que as medidas municipais estabelecidas pelo decreto 14567/2021 são válidas até sexta-feira (5).

Fazem parte das ações as equipes da Defesa Civil, Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos (SUSP), Procon, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e da Polícia Militar de São José. Segundo o secretário adjunto da SUSP e diretor geral de Vigilância em Saúde, Michael Rosanelli, o cumprimento das medidas é essencial para frear o avanço da Covid-19 em São José. “Vamos dar continuidade às operações conjuntas de fiscalização para garantir o cumprimento das medidas estabelecidas”, ressalta.

No sábado (27), as equipes de fiscalização autuaram em 38 estabelecimentos. Destes, 21 receberam orientações sobre os decretos, seis foram fechados e um foi interditado. Já no domingo (28), nove locais foram vistoriados e receberam orientações para o cumprimento das normas.

Durante a noite de sexta (26), os fiscais percorreram 24 estabelecimentos. Dos locais visitados, sete não estavam funcionando. Entre os que estavam abertos, quatro estavam descumprindo as regras impostas e foram interditados. Uma casa noturna, que funcionava com portões fechados e com clientes acima da capacidade permitida, também foi interditada e recebeu multa pela irregularidade.

O diretor do Procon de São José, Tetê de Souza, reforça que o objetivo destas operações é garantir o cumprimento das medidas adotadas pelo  governo estadual e pelo município para combater o avanço do novo coronavírus. “Nosso objetivo é fiscalizar estabelecimentos, garantindo o cumprimento dos decretos e portarias vigentes, visto o crescente número de casos da Covid-19 na região”, afirma o diretor.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp