19/10/2021 às 15h54min - Atualizada em 19/10/2021 às 16h30min

Brasil participará do primeiro Women Economic Forum realizado no Equador

O Brasil será representado por mulheres que são referência em suas respectivas áreas: Lilian Schiavo, Embaixadora Institucional do IBREI e Luciane Fornari, empresária e CEO da Fornari Indústria

SALA DA NOTÍCIA Rosangela Manchon
https://wefecuador.com/
Liliane Schiavo, presidente da OBME, membro do Conselho Consultivo do IBREI, Conselheira do Instituto SuperEco e Embaixadora Institucional do Chile no IBREI.
• É esperada a participação de aproximadamente 88 mil participantes de mais de 19 países, que poderão acompanhar 119 palestrantes em 29 painéis durante mais de 11 horas de transmissão.
• O Brasil será representado por mulheres que são referência em suas respectivas áreas: Lilian Schiavo, Embaixadora Institucional do IBREI e Luciane Fornari, empresária e CEO da Fornari Indústria.
• O fórum será realizado pela primeira vez no Equador em 11 de novembro, liderado por Catalina Cajías, diretora do WEF Equador 2021.

Rio de Janeiro, 11 de outubro de 2021. Pela primeira vez, o Equador organizará o maior fórum mundial sobre temas relacionadas à liderança e empoderamento feminino: o Women Economic Forum, composto por mais de 250.000 membros de 150 países, é a maior plataforma internacional onde mulheres de todas os âmbitos podem expandir suas oportunidades de negócio, sua influência e rede de contatos, ao mesmo tempo em que são inspiradas por algumas das mulheres de negócios, autoras, líderes de opinião e celebridades mais bem-sucedidas do mundo. O evento equatoriano será realizado virtualmente em 11 de novembro de 2021.
O Brasil estará representado graças à participação de três mulheres importantes em suas respectivas áreas.
Liliane Schiavo, presidente da OBME, membro do Conselho Consultivo do IBREI, Conselheira do Instituto SuperEco e Embaixadora Institucional do Chile no IBREI. Além disso, recebeu diversos prêmios como o Diploma da Ordem do Mérito Feminino pela Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura e o Prêmio Brasil Esperança.

“O rápido crescimento do WEF permitiu viabilizar a liderança feminina e incrementar sua influência em todo o mundo por meio do intercâmbio de conhecimento entre mulheres que inspiram outras. Líderes reconhecidas e bem-sucedidas como ganhadoras do Prêmio Nobel, governantes e especialistas de diversos setores se conectarão do Equador com o mundo todo”, disse Catalina Cajías, diretora do WEF Equador, referindo-se à importância deste evento para o país.
O Equador foi selecionado por seus atributos e em aliança com a organização All Ladies League, um movimento multinacional que conecta mulheres além das fronteiras e traz novas e maiores oportunidades para o país. “Nosso objetivo é a integração dos setores público, privado e terceiro nível, tornando-se um ícone para a região. WEF Equador será o 54º capítulo dos eventos realizados ao redor do mundo. Nosso tema principal é: Reafirmar, enfatizar e reconhecer a inclusão da mulher na economia”, explicou a diretora sobre o propósito da reativação econômica que a região necessita no pós-pandemia.
Para Cajías, o WEF Equador 2021 será uma oportunidade de participar de conversas de personalidades de classe mundial, que compartilharão seus conhecimentos e experiências para continuar transformando os ecossistemas, divulgando iniciativas que buscam o progresso econômico e a inclusão da mulher, partindo como aprendizado de boas práticas, reflexões e conexões. Um encontro de fala hispânica, que aborda temas como negócios, política, liderança, igualdade de gênero e sustentabilidade.
Para esta nomeação, está prevista a participação de mais de 88 mil participantes de mais de 19 países, que poderão acompanhar os 119 palestrantes em 29 painéis durante mais de 11 horas de transmissão.
O evento foi lançado em 10 de setembro no Hotel Casa Gangotena e contou com a presença de líderes importantes de vários setores que patrocinam, promovem, impulsionam e colaboram com o WEF Equador, como: Schlumberger, Kreab, Renault, Casa Gangotena, Arca Continental, ISM Academy, Ceres, Atrevia e Banco Solidario, entre outros.

Para participar do Women Economic Forum basta se inscrever por meio do link https://wefecuador.com/.

Sobre WEF Equador
O WEF Equador é formado por um Conselho de Administração com líderes influentes do país que mobilizam a participação da comunidade empresarial e empresarial, profissionais da área gerencial - executiva, homens e mulheres de língua hispânica e sociedade civil interessada nos temas da atualidade.
O comitê diretivo celebra o Fórum Econômico das Mulheres Equador 2021 “que fortalece a inclusão, a diversidade e destaca a importância do compromisso como ferramenta para estabelecer e cruzar pontes multiculturais e multigeracionais, com a segurança de que a reativação econômica e social da região é alcançada a partir da integração e impacto com as melhores práticas para inovação e geração de mais oportunidades”.
Mais informações nas redes sociais: @wefecuador no Instagram, WEF Equador no Facebook, WEFEcuador no LinkedIn e WefEcuador no Twitter.

Sobre Catalina Cajías
Catalina Cajías é a primeira equatoriana a chegar ao WEF na Índia e que, após liderar várias delegações como Equador, Costa Rica e Espanha em diversos fóruns pelo mundo, convenceu a organização a estar no Equador.
Cajías tem se comprometido com a liderança, a inclusão e a equidade de gênero e por isso promove diversas iniciativas para o desenvolvimento humano sustentável, promovendo novas ações de crescimento no âmbito internacional. Seu trabalho foi reconhecido internacionalmente como: Mulher Influente 2020, Mulher Excepcional de Excelência, Mulher Ícone Criando um Mundo Melhor para Todos, Mulher Ilustre, Prêmios Honorários Waw, entre outros. Sua missão é construir uma América Latina mais unida para fortalecer os laços de crescimento e progresso, e hoje ela dirige o Women Economic Forum Equador 2021 junto com sua equipe.

Outras palestrantes que participarão do WEF Equador 2021:
• Harbeen Arora, criadora do WEF, uma das 100 pessoas mais emblemáticas do mundo.
• Jossep Altmman, ex-primeira-dama da Costa Rica e secretária regional da Flacso.
• Rita Mishaan, do Ministério de Relações Exteriores da Guatemala e ganhadora de prêmios na França.
• Nuria Vilanova, presidente do Conselho Empresarial Alianza por Iberoamérica (CEAPI), presidente e fundadora da ATREVIA, agência global de comunicação.
• Yanire Braña Meets Community, reconhecida pela NN. UU e Forbes como uma das 60 Top mulheres do setor Jurídico.

 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp