24/08/2021 às 17h26min - Atualizada em 24/08/2021 às 17h26min

'Vim para pegar experiência', Willian, goleiro do Joinville Futsal, na Seleção Brasileira

Marcos Eduardo Carvalho
Thais Magalhães/CBF
Um sonho que se tornou realidade. Assim, o goleiro Willian, do Joinville Futsal, se vê após ser convocado para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de Futsal.

A competição vai ser disputada entre os dias 12 de setembro e 3 de outubro, na Lituânia.

Assim, o jogador da equipe catarinense vai compor o time que busca o hexacampeonato desde que o Mundial passou a ser organizada pela Fifa.

Eleito melhor goleiro da LNF (Liga Nacional de Futsal em 2020, ele teve o seu trabalho reconhecido e premiado com a convocação.

Agora, está ao lado dos principais nomes do futsal brasileiro e mundial, em busca de um único objetivo, que é o título.

Certamente, um momento inesquecível na vida do jogador. Nesta terça-feira (24), ele deu uma entrevista ao portal da LNF e falou sobre essa experiência.

Na conversa, ele também ressaltou a importância da preparação na Granja Comary, em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro.

“Foi algo excepcional. O futsal ter usado as dependências da Granja foi algo espetacular. Acho que nenhum jogador em clube usou aquela tecnologia da sede da CBF”, disse.

“Além de ser um lugar maravilhoso e todo mundo curtiu estar ali, respirando o ar do futebol de campo respeitado no mundo inteiro. Para nós, do futsal, podendo usufruir de tudo isso só faz a gente agradecer por todos que lutaram para que a gente hoje possa ter essa estrutura. É preciso agradecer atletas e comissões técnicas que vieram antes”, disse o atleta.

Segundo o atleta de 26 anos, só o fato de estar na Seleção Brasileira já é uma grande vitória.

“Nem falo sobre titularidade. Tenho 26 anos e é meu primeiro mundial. Vim para cá para fazer meu trabalho, mas respeitando os outros dois goleiros”, afirmou ao portal.

“Além de poder trabalhar com o monstro do Guitta, um goleiro da primeira prateleira do mundo, tem o Djony, com quem já trabalhei, são caras que tenho admiração dentro e fora da quadra. Vim para pegar experiência porque sei que terei outros ciclos de mundial na frente para representar a Seleção Brasileira”, disse o atleta.

DISPUTA.

A Seleção Brasileira está no grupo D, onde vão encarar República Tcheca, Panamá e Vietnã na primeira fase. Agora, o time do técnico Marquinhos Xavier tenta levar o time ao topo, após o fracasso de 2016, quando ficou de fora da final
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp