21/11/2021 às 15h55min - Atualizada em 21/11/2021 às 15h55min

Apan Blumenau está no G-4 da Superliga Nacional masculina

Da Redação
Giovanni Silva @giovannisilvafoto | Assessoria de Imprensa da APAN | Informe Comunicação
A Apan/Eleva é uma das quatro melhores equipes da Superliga Banco do Brasil 2021-22 após seis rodadas. No reencontro com a torcida, vitória de 3 a 0 sobre o Montes Claros/América, com parciais de 25/14, 25/22 e 27/25 em 1h23min. Foi a quarta vitória em seis jogos, onde o oposto Jamelão terminou com o Troféu Viva Vôlei e maior pontuador. Ele deixou sua marca na quadra adversária em 17 oportunidades. Todas em bolas de ataque.

O confronto foi encarado como um jogo de seis pontos, dentro do planejamento da APAN, objetivando se garantir entre os oito melhores da competição. E focou nisso desde seu início. No primeiro set, após sair em desvantagem virou e construiu uma vitória, onde o saque foi uma das peças fundamentais.

Donegá destacou a segurança do time na linha de passe durante toda partida, além do sistema de ataque alto. Combinado com o saque e o bloqueio funcionando, permitiu o equilíbrio necessário. “A gente busca sempre o trabalho conjunto em todos os fundamentos. E isso ocorrendo, o time se torna muito forte e dificilmente perde um jogo”, explicou.

Jamelão foi o maior pontuador e alcançou um aproveitamento de 57%, mas também se destacaram o central Ialisson. Ele marcou 13 vezes e novamente foi o maior bloqueador, fechando as portas em cinco oportunidades. O capitão do time blumenauense lidera as estatísticas da Superliga nesse fundamento, com 27 êxitos nestes seis jogos disputados até aqui. Ele também íntegra o “Time dos Sonhos” na lista elaborada pela Confederação Brasileira de Voleibol.

Lucas Fonseca, outro central, marcou três dos seus cinco pontos em saques. Mesmo número de aces do ponteiro Alan Patrick, o segundo maior pontuador da tarde, anotando 13 no total. Outro atleta bem posicionado nas estatísticas é o líbero Tiago Brendle, o quinto melhor no quesito recepção - % positividade, com 71% de assertividade. No jogo de hoje, a APAN/Eleva marcou oito pontos de bloqueio e seis de saque.

Escolhido como o melhor do jogo, o oposta Jamelão falou da boa fase e do trabalho para melhorar cada dia mais. “Está sendo especial demais. Como o Donegá costuma comentar, o time não tem titulares e fui bem para colaborar com esse êxito. Espero manter o alto nível ao longo do campeonato”, comentou.

Pausa para disputa dos Jogos Abertos

Nesta semana, a equipe catarinense muda o foco. Entre terça e sexta-feira disputa a 60ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em busca do hexacampeonato, a exemplo do Estadual. A estreia será na terça-feira, contra Itapiranga, às 18 horas, no Ginásio Municipal de Barreiros, em São José, na Grande Florianópolis. A atual campeã da competição está na chave A, onde também terá Caçador como adversária nesta primeira fase. Esta partida acontecerá na quarta-feira, 16 horas, no mesmo ginásio. São quatro grupos no total e os primeiros garantem vaga nas semifinais previstas para ocorrer na quinta-feira.

O técnico André Donegá não poderá contar com todos os atletas que disputam a Superliga por conta do regulamento dos JASC. E ainda a mudança da bola, diferente da utilizada na Superliga. “É um campeonato difícil. Vamos ganhar ritmo e entrosamento no decorrer dos jogos. Mas vamos em busca do título, importante para nós, atletas e para cidade”, afirmou.

O retorno para Superliga será apenas no dia 5 de dezembro (domingo), quando a APAN/Eleva recebe o Brasília Vôlei, às 19 horas, no ginásio do Galegão. Depois mais dois desafios fora de casa: Sesi (dia 12) e o Vôlei Funvic Natal (dia 15).

 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp