29/10/2020 às 21h37min - Atualizada em 29/10/2020 às 21h37min

Brusque perde invencibilidade de nove jogos ao sofrer 3 a 1 do Ituano, fora de casa

Marcos Eduardo Carvalho
Miguel Schincariol/Ituano FC
Sem o técnico Jerson Testoni no banco, suspenso por terceiro cartão amarelo, o Brusque fez sua pior partida na temporada, na noite desta quinta-feira, e perdeu para o Ituano por 3 a 1, no estádio Novelli Junior, em Itu, pela 13ª rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Foi o segundo revés do time na competição, perdendo uma invencibilidade de nove jogos.

Apesar da derrota, a equipe catarinense segue isolada na liderança do grupo B, com 27 pontos, seis a mais do que o Ypiranga-RS, que tem um jogo a menos agora. O time paulista, por sua vez, conseguiu entrar para o G-4 momentaneamente, com 17 pontos, derrubando o Criciúma, com 16, para o quinto lugar.
Agora, o Quadricolor volta a jogar na segunda-feira, quando recebe o Boa Esporte, a partir das 20h, no estádio Augusto Bauer, em Brusque.

Nesta quinta, a partida começou movimentada. E logo aos 4min o time catarinense abriu o placar, com o atacante Itinga, no primeiro chute a gol da partida, após receber belo passe.

Mas a alegria durou pouco e, dois minutos depois, Kadu recebeu livre dentro da área e completou o cruzamento para empatar a partida: 1 a 1. Animado, o time da casa foi para cima e quase virou três minutos depois, mas Ruan Carneiro fez grande defesa e evitou o pior.

Mas, aos 13min, não teve jeito. Após cobrança de escanteio, Suéliton subiu e cabeceou para o gol; a bola bateu na trave, nas costas do goleiro quadricolor e entrou: 2 a 1, de virada.

Mesmo em desvantagem, o Brusque não conseguia reagir e nem pressionar. E nos contra-ataques o Ituano levava mais perigo.

O time catarinense chegou com perigo só aos 40min, quando Rodolfo chutou raspando a trave do goleiro adversário. O Brusque criou outra boa chance três minutos depois, com Thiago Alagoano, que arriscou chute, o goleiro Pegorari desviou e a bola bateu no travessão.

No segundo tempo, uma ducha de água fria logo aos 3min: o meia Guilherme, do Ituano, em grande jogada individual, chegou driblando todo mundo, até o goleiro e empurrou para a rede, fazendo, 3 a 1.

Depois, o Quadricolor até tentou reagir, o jogo ficou aberto nos últimos minutos, mas o placar ficou inalterado.
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp