24/10/2020 às 18h11min - Atualizada em 24/10/2020 às 18h11min

Carlos Moisés se manifesta sobre impeachment e diz que não esperava afastamento

Da Redação
Ricardo Wolffenbuttel/ SECOM
O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), afastado do cargo na madrugada deste sábado após votação na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), acusado de responsabilidade, ao aprovar aumento salarial aos procuradores do estado, se manifestou neste sábado à tarde e disse que não esperava a punição.
Agora, ele vai ficar até 180 dias fora do cargo. Se, no julgamento, for considerado culpado, perderá o mandato em definitivo. Caso contrário, reassume o poder. A vice Daniela Reinehr (sem partido) assumiu o cargo.
Carlos Moisés deu uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Florianópolis. Ele terá que entregar o cargo até terça-feira.

"É um resultado que nós não esperávamos. Esperávamos, de fato, o arquivamento desse processo. Mas entendemos que não houve uma derrota total, apesar do processo de impeachment ser um processo político também, ele tem que ter justa causa. E, como nós defendíamos, não há justa causa nesse processo de impeachment", disse.

Carlos Moisés ainda é investigado em um segundo processo de impeachment, sobre a compra de 200 respiradores durante a pandemia do novo coronavírus. Este ainda será votado pela Alesc.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp