22/10/2020 às 16h50min - Atualizada em 24/10/2020 às 06h00min

‘Project Leader’ do Mercado Livre em Florianópolis fala sobre o orgulho de trabalhar no portal de compras

Da Redação
Escritório em Florianópolis. Foto: Divulgação
O Mercado Livre está em plena expansão em Santa Catarina. E, durante a pandemia, a busca por serviços de entrega e compras pela internet aumento muito. Assim, o escritório da empresa em Santa Catarina também cresceu. Agora, os principais desafios são na área de logística.

Rafael Segatto Ortigosa, de 33 anos, é Project Leader (líder de projetos) da empresa, um dos maiores portais de compras online da América Latina e vive em Florianópolis. Ele entrou por intermédio de vagas anunciadas para a empresa Axado. Depois, foi informado que a empresa seria adquirida pelo ML na época por R$ 26 milhões.

“Eu estava buscando por oportunidades na área de tecnologia em Florianópolis, por ser um polo tecnológico. Durante as minhas buscas eu vi uma vaga para uma empresa chamada Axado, apliquei para a vaga e durante o processo seletivo me explicaram que a empresa havia sido comprada pelo Mercado Livre”, afirmou.

“Como isso não foi um problema, eu continuei o processo e acabei fazendo parte dessa transição”, disse.
Hoje em dia qualquer pessoa que se interesse em fazer parte do time pode aplicar através do site: https://mercadolivre.com.br/empregos.

Orgulho.

Natural de Campo Grande-MS, mas morando em Florianópolis após ir em busca de desafios maiores, não esconde o orgulho em fazer parte da empresa. “Me sinto muito orgulhoso pelo impacto social que é gerado com o trabalho que realizamos. Além disso, sinto que estou em constante evolução, confio e tenho admiração pelas pessoas com as quais trabalho, dentro das suas particularidades todos se destacam por alguma habilidade”, afirmou.

Segundo Ortigosa, esse ecossistema ajuda a crescer profissionalmente e credencia para desafios cada vez maiores. O campograndense ressalta que, na empresa, a cultura é de dar ao máximo e se divertir. “Valorizamos a todos que estão dispostos a se desafiarem e crescer junto conosco, estamos com vagas e precisamos de profissionais com esse perfil”, disse.

"Se a chance não se concretizar, o mais importante é entender o feedback, e buscar fechar os gaps apontados e então tentar novamente, acreditamos que as pessoas evoluem com o tempo e por isso não temos limites de tentativas de ingressar, por isso o mais importante nestes casos é entender o feedback e trabalhar pq a oportunidade se renova”, ressalta Ortigosa.

Ele se diz ainda disposto a ajudar quem quiser saber mais detalhes sobre o que é necessário para ingressar em vagas da área de desenvolvimento e deixa seu contato de Linkedin para que todos que se interessarem entrem em contato. (https://www.linkedin.com/in/rafaelsegatto/).
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp