18/10/2020 às 11h33min - Atualizada em 18/10/2020 às 11h33min

Figueirense: na zona de degola, há quatro jogos sem marcar e com surto de Covid

Marcos Eduardo Carvalho
Andrey de Oliveira/FFC
A situação do Figueirense no Campeonato Brasileiro da Série B é dramática. Com 20 integrantes (entre atletas e comissão técnico, incluindo o treinador Elano) afastados por coronavírus, tenta se remontar nessas últimas rodadas para somar pontos e deixar a zona de rebaixamento.

Com 15 pontos, o time catarinense é o primeiro dentro da zona de rebaixamento e ainda tem um jogo a mais do que o Náutico, primeiro time fora da zona de degola e com a mesma pontuação.

Desde que goleou o lanterna Oeste por 4 a 1 em casa – no primeiro triunfo dentro do estádio Orlando Scarpelli – o Figueira não ganhou mais. E, pior: não marcou mais nenhum gol sequer. Nos últimos 12 pontos disputados, conquistou apenas dois. E, nas duas últimas rodadas, ainda atuou remendado por conta da Covid-19.

No último sábado, ainda segurou um heroico empate por 0 a 0 contra o Brasil, em Pelotas, que foi bastante valorizado pelo elenco. “Por tudo o que a gente vem passando nos últimos dias, sem comissão técnica e sem quase 20 jogadores, é muito complicado, muito difícil”, disse o atacante Alecsandro, ao canal SporTV, após a partida de sábado.

“Agora temos dois jogos em casa para sair dessa situação incômoda. Está todo mundo de parabéns”, afirmou o atleta, que estreou na semana passada, contra o Sampaio Corrêa, fora de casa, na derrota por 3 a 0.
Agora, poderá fazer o primeiro jogo em casa. Na quarta-feira, às 16h30, recebe o CRB, no Orlando Scarpelli, pela 18ª rodada.
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp