29/02/2024 às 11h00min - Atualizada em 01/03/2024 às 00h02min

Falta de manutenção em veículos é causa de 30% dos acidentes de trânsito

Avaliação periódica do sistema de freios é essencial para evitar problemas

Central Press
Créditos: Envato

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, foram registradas mais de 4.400 infrações por conduzir veículo em mau estado de conservação entre janeiro e abril de 2023. Automóveis sem a manutenção em dia causam 30% dos acidentes em estradas. Dentre os itens que requerem cuidados e atenção dos condutores, é crucial lembrar da importância do sistema de freios, pois uma falha pode levar a acidentes graves e colocar em perigo a vida do condutor, passageiros e outros usuários da estrada.

Com isso, é fundamental agir rapidamente ao identificar qualquer sinal de mau funcionamento dos equipamentos de frenagem. Para ajudar, o chefe de oficina da concessionária Ford Slaviero, Mauro Cezar Cândido, recomenda alguns cuidados que garantem o bom funcionamento do sistema.

Inspeção regular

A inspeção regular é fundamental para identificar qualquer desgaste prematuro ou problemas potenciais. “É recomendável que os proprietários de veículos realizem inspeções visuais periódicas nos componentes do sistema de freios, incluindo discos, pastilhas, tambores e sapatas. Essas peças precisam ser inspecionadas ou substituídas conforme recomendado pelo fabricante do veículo. Ignorar pode resultar em danos aos discos ou tambores, aumentando os custos de reparo”, explica Mauro.

O especialista lembra ainda que é essencial checar o fluido de freio, que é uma espécie de óleo lubrificante responsável por transmitir a pressão do pé para as rodas do carro, fazendo o veículo frear. No entanto, quando esse fluido está vencido ou com um nível abaixo do indicado, o sistema fica comprometido. Esse é outro problema que pode ocorrer por falta de manutenção preventiva ou por algum vazamento.

Testes de freio

Para avaliar a eficácia do sistema, os testes de freio devem ser feitos regularmente. O teste padrão inclui a verificação do pedal do freio, ruídos incomuns, trepidação durante a frenagem e a distância de parada do veículo. “Quando o motorista pisa no pedal de freio e ele está duro, com dificuldades para ser acionado, o problema é no servo-freio. Isso faz com que seja necessária uma força maior para que o sistema de frenagem funcione, o que pode levar a acidentes, principalmente quando a situação demanda uma rápida resposta dos freios”, explica o chefe da oficina. Ele também destaca a situação contrária, quando o sistema de frenagem está com falhas no cilindro mestre. Embora o motorista consiga acionar facilmente o pedal do freio até o fim, o mesmo não responde da maneira correta, o que ocorre por conta do superaquecimento de algumas peças.

Sinais 

Alguns sintomas que podem indicar problemas no sistema de freios são o chiado ao frear, a necessidade de adicionar fluido de freio constantemente em curto espaço de tempo, a falta de potência nos freios e as luzes que eventualmente podem se acender no painel. “É importante que o motorista fique atento aos sinais, para procurar a ajuda necessária e evitar possíveis problemas”, reforça Mauro.

Dicas extras

Frenagens bruscas aumentam a possibilidade de empenamento do disco e faz com que os freios se desgastem mais rapidamente. “Uma dica importante é que o motorista tenha sutileza na hora de frear. A durabilidade do sistema de frenagem de um carro está diretamente ligada à capacidade do motorista em saber pisar no pedal dos freios de modo correto. Portanto, é preciso manter a atenção no trânsito e na direção para evitar que esse tipo de ação brusca ocorra”, auxilia o chefe da oficina. Ela ainda aconselha a usar mais o freio motor, deixando o carro sempre engrenado em marchas mais curtas nos declives, quando o modelo for manual. Isso limita a aceleração do veículo, alivia os freios e ainda diminui o consumo de gasolina.

Outro ponto de atenção é evitar trafegar com excesso de peso, além da capacidade indicada no manual do veículo. “O carro foi projetado para trafegar com o próprio peso, além dos ocupantes e da bagagem. Não é aconselhável exagerar, pois o sistema de freios precisa ser capaz de superar a força inercial para parar o veículo. Quanto mais exceder o peso limite, mais difícil será brecar, aumentando também o risco de danificar algumas peças como pneus e amortecedores."

“A segurança veicular é uma responsabilidade compartilhada e a manutenção adequada do sistema de freios é crucial nesse aspecto. Ao seguir essas orientações, os condutores contribuem significativamente para a segurança nas estradas e garantem uma experiência de direção mais segura para todos”, finaliza.

Sobre a Ford Slaviero

Há quase 80 anos no mercado automotivo, a Ford Slaviero é uma das concessionárias de veículos mais tradicionais e sólidas do mercado, sendo revenda Ford com maior tempo de mercado em Curitiba. Os clientes podem contar com as facilidades oferecidas no comércio de veículos 0km, seminovos multimarcas, peças e serviços especializados. Mais informações: fordslaviero.com.br.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp