27/02/2024 às 22h35min - Atualizada em 28/02/2024 às 00h00min

Quando fazer a cirurgia de adenoide?

Se houver crescimento exagerado, a adenoide pode causar complicações

Geziane de Mattos Diosti
Divulgação

Obstrução nasal, respiração pela boca, ronco, infecções frequentes do ouvido e voz anasalada: esses são alguns dos sintomas que podem indicar que a adenoide se tornou um problema.

 
 

A adenoide, popularmente conhecida como “carne esponjosa", é composta por tecido linfático (de defesa) que se localiza atrás do nariz, na região também chamada de “cavum" ou rinofaringe. Ela faz parte do sistema imunológico e desempenha um papel na defesa do corpo contra infecções, reconhecendo germes e produzindo anticorpos para combatê-los.

Apesar de ser um tecido de defesa natural de qualquer pessoa, se houver crescimento exagerado pode causar complicações, gerando problemas na qualidade de vida do paciente.

Vinicius Ribas Fonseca, otorrinopediatra do Hospital Otorrinos Curitiba, lembra que a adenoide é mais saliente em crianças pequenas e tende a diminuir de tamanho à medida que a criança cresce.

“A adenoide cresce na infância, atingindo seu pico entre 3 e 6 anos. Em algumas crianças, a estrutura pode ficar inflamada ou aumentada, causando sintomas como obstrução nasal, respiração pela boca, infecções frequentes do ouvido e problemas de sono. Se isso acontecer, é ideal procurar um médico otorrinolaringologista”, orientou.

Quando as adenoides causam problemas persistentes, o médico pode recomendar a remoção cirúrgica.

 

“Tenho adenoide”: é correto falar assim?

Todas as pessoas nascem com adenoide. A adenoide é uma estrutura normal que todo ser humano possui durante a infância e que começa a regredir gradativamente até ter seu tamanho reduzido na adolescência. 

Portanto, adenoide não é o nome de uma doença, e sim o nome do tecido localizado entre o nariz e a garganta, que tem a função de defesa imunológica

 

Cirurgia de adenoide é sempre necessária?

Antigamente, muita gente retirava a adenoide para melhorar problemas respiratórios. No entanto, segundo Vinicius, o processo cirúrgico não é garantia de que os problemas irão desaparecer, pois existem outras causas como rinite, desvio de septo nasal, sinusites e aumento das amígdalas. 

Além disso, a cirurgia de adenoide não deve ser feita como forma de prevenção, mas como tratamento para os sintomas em pacientes que apresentam problemas devido ao aumento ser persistente.

“A cirurgia que faz a remoção da adenoide e amígdalas (as amígdalas são os tecidos arredondados que ficam no fundo da garganta, uma de cada lado, e que tem constituição semelhante a adenoide) não evita que existam infecções de garganta, pois as amígdalas e adenoide não são os únicos possíveis focos infecciosos. Há muitas situações em que elas se tornam um sério problema e precisam ser removidas”, reforçou a especialista.

Na maioria dos casos, a adenoide é removida juntamente com as amígdalas em um único procedimento cirúrgico, chamado adenoamigdalectomia. A cirurgia é uma das cirurgias pediátricas mais feitas no mundo, tem duração média de 1h, e a criança pode ir para casa no mesmo dia.

A cirurgia de adenoidectomia isolada pode ser feita com uso do vídeo para melhor identificação da adenoide, o que diminui a possibilidade de seu novo crescimento. O uso de materiais modernos como o “microdebridador” (que é como se fosse um aspirador com ‘triturador’) também torna a cirurgia mais eficaz. 

“Se nem todo o tecido linfoide for removido durante a cirurgia, o tecido residual pode se hipertrofiar e novamente causar sintomas”, explicou o médico.

 

Criança roncando: sinal de alerta!

Crianças que roncam ou respiram pela boca podem ter algum problema relacionado às amígdalas e adenoide, e os pais devem ficar atentos. 

A obstrução das vias aéreas (parcial ou total) causada pelo aumento da adenoide pode favorecer o ronco e a apneia do sono.

“É na infância onde começa a aparecer o aumento da adenoide, que muitas vezes está associada ao aumento das amígdalas. Se nem todo o tecido linfoide for removido durante a cirurgia, o tecido residual pode se hipertrofiar e novamente causar sintomas”, explicou o médico.

 

Adultos podem fazer cirurgia de adenoide?

A cirurgia de adenoide pode ser feita tanto em crianças como em adultos, porém nos adultos a adenóide é muito mais rara. 

“Quando identificada adenoide no adulto devemos suspeitar de outras causas, como infecções virais, alterações imunológicas e até mesmo tumor”, finalizou Vinicius.

Diretor Técnico do Hospital Otorrinos Curitiba: Dr. Ian Selonke – CRM-PR 19141 | Otorrinolaringologia


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp