26/02/2024 às 15h26min - Atualizada em 26/02/2024 às 20h02min

Cresce o número de afastamentos por abuso de álcool e drogas

Enfrentar o abuso de álcool e drogas nas empresas requer uma abordagem abrangente que envolva políticas claras, programas de apoio aos funcionários e uma cultura organizacional que priorize o bem-estar e a segurança de todos os membros da equipe

Da Redação
Oncare Saúde
Cresce o número de afastamentos por abuso de álcool e drogas
Enfrentar o abuso de álcool e drogas nas empresas requer uma abordagem abrangente que envolva políticas claras, programas de apoio aos funcionários e uma cultura organizacional que priorize o bem-estar e a segurança de todos os membros da equipe
 
O número de trabalhadores afastados de suas funções por conta da dependência de álcool aumentou 35% no ano passado. Em 2023, foram 8,5 mil auxílios-doença concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a segurados diagnosticados com alcoolismo. No ano anterior, foram 6,7 mil benefícios liberados.
Os dados são do Ministério da Previdência Social (MPS), e mostram que também cresceu o volume de profissionais que precisaram se afastar temporariamente de seus postos de trabalho por conta de quadros mentais e comportamentais em função do uso de outras substâncias, como a cocaína: em 2022, foram concedidos 3,6 mil benefícios por incapacidade temporária, enquanto no ano passado foram liberados 5 mil.
Para o Dr. Ricardo Pacheco, médico, gestor em saúde e presidente da Oncare Saúde e da ABRESST (Associação Brasileira de Empresas de Saúde e Segurança no Trabalho), além de um problema de saúde pública, o abuso do álcool e de substâncias químicas se transformou em um desafio para as empresas. “As organizações sofrem com o aumento do absenteísmo, rotatividade de mão de obra, diminuição da produtividade, brigas, maior risco de acidentes e lesões de trabalho, além de doenças entre os trabalhadores e outros prejuízos de saúde. Portanto, a identificação e prevenção de problemas relacionados ao consumo dessas substâncias são fundamentais nas empresas”.
 
Desafios para as empresas e como lidar com eles
 
         Muitos são os desafios que as organizações enfrentam quando têm em seus quadros trabalhadores que abusam do consumo de álcool e drogas.
         O Dr. Ricardo Pacheco lembra que a segurança no local de trabalho fica comprometida: “Trabalhadores sob a influência de álcool ou drogas representam um risco para si mesmos e para outros no local de trabalho, podendo causar acidentes e lesões. Nesse sentido sugiro a implementação de políticas de segurança rigorosas que incluam testes de drogas e álcool, treinamento de conscientização e medidas de segurança adicionais, como supervisionar certos tipos de trabalho”.
         O médico destaca também a baixa produtividade e qualidade do trabalho que o vício pode causar: “O abuso de álcool e drogas pode levar a uma diminuição na produtividade, qualidade do trabalho e eficiência. Nesse caso, oferecer programas de apoio e recursos para trabalhadores que lutam contra o abuso de substâncias, incluindo acesso a aconselhamento, grupos de apoio e tratamento pode ser uma solução. Além disso, seria interessante promover um ambiente de trabalho saudável e equilibrado, incentivando práticas de autocuidado e gestão do estresse”.
O abuso de substâncias pode criar um ambiente de trabalho tóxico, afetando o moral dos funcionários e diminuindo a satisfação no trabalho. “Por isso indico o fomento de uma cultura organizacional que valorize a saúde mental e o bem-estar dos trabalhadores, fornecendo recursos para lidar com o estresse e promovendo um equilíbrio saudável entre trabalho e vida pessoal. Também é importante fornecer treinamento para gestores sobre como identificar sinais de abuso de substâncias e como abordar essa questão de forma sensível e eficaz”.
O custo financeiro é outro desafio para as empresas que enfrentam esse problema. “O abuso de álcool e drogas pode resultar em custos adicionais para a empresa, incluindo custos com saúde, absenteísmo, rotatividade de funcionários e possíveis litígios. Investir em programas de prevenção e intervenção precoce, que podem ajudar a reduzir os custos associados ao abuso de substâncias a longo prazo, e considerar a inclusão de cobertura de tratamento para abuso de substâncias nos benefícios de saúde oferecidos aos trabalhadores podem ser mecanismos eficazes para lidar com essa questão”, indica o médico.
Além do mais, pode afetar a reputação da empresa e sua imagem perante clientes, parceiros comerciais e a comunidade em geral. “Por isso sugiro que sejam comunicadas abertamente políticas e programas relacionados ao abuso de substâncias, demonstrando o compromisso da empresa com a segurança, saúde e bem-estar dos trabalhadores. É importante estar preparado para lidar com situações delicadas de maneira profissional e transparente, caso o abuso de substâncias se torne uma questão pública”, alerta o presidente da Oncare.
 
A Oncare apoia a sua empresa e a ajuda a enfrentar esses desafios
 
         A Oncare Saúde conta com uma equipe especializada, multidisciplinar, preparada para ajudar a sua empresa a prevenir identificar e acolher trabalhadores que abusam de álcool e drogas, por meio de uma abordagem cuidadosa e abrangente, como:
·         Estabelecer políticas claras - e bem comunicadas sobre o uso de álcool e drogas no local de trabalho, incluindo as consequências do abuso.
·         Educar e conscientizar – a Oncare oferece programas educacionais e de conscientização sobre os riscos do abuso de substâncias e os recursos disponíveis para ajudar os trabalhadores.
·         Promover uma cultura organizacional - que valorize a saúde, o bem-estar e o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.
·         Apoia os trabalhadores – a Oncare ajuda a empresa a fornecer recursos e programas de apoio para lidar com o estresse, problemas de saúde mental e outras questões que possam levar ao abuso de substâncias.
·         Treina os gestores – fornece treinamento para gestores sobre como identificar sinais de abuso de álcool e drogas e como abordar essa questão de maneira sensível e eficaz.
·         Implementa uma comunicação aberta e acolhedora – a Oncare ajuda a empresa a criar um ambiente onde os trabalhadores se sintam seguros para buscar ajuda e apoio. 
 
Ao implementar essas estratégias, as empresas podem criar um ambiente de trabalho mais saudável e solidário, ajudando os funcionários a lidarem com problemas relacionados ao abuso de substâncias de maneira eficaz e compassiva. “Ao adotar estas ações, a empresa promove benefícios para a si e para o trabalhador, que pode ganhar em qualidade de vida. Programas de prevenção trazem muitos benefícios, pois propiciam um local de trabalho mais seguro, reduzem custos relacionados à saúde, melhoram a produtividade e a imagem da organização e aumentam a sensação de identificação do indivíduo com sua empresa, que por sua vez estará cumprindo um papel atrelado à responsabilidade social”, completa Dr. Ricardo Pacheco.
 
Sobre a Oncare Saúde
Oncare Saúde é uma plataforma de solução integrada de saúde, que oferece consultoria para empresas. Inclui assistência médica e ações de promoção, proteção, recuperação e reabilitação.
Além de auxiliar as empresas na implementação do e-Social, a Oncare promove a proteção da vida e da saúde dos trabalhadores; ajuda as organizações a entenderem e cumprirem essas regulamentações, evitando problemas legais; fomenta a redução dos custos, já que menos acidentes significam menos despesas com tratamento médico, pagamento de licenças por doença e indenizações; propicia o aumento da produtividade; melhora a imagem da empresa; minimiza os riscos de litígios e promove a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento sustentável.
 
A Oncare Saúde é presidida pelo médico Dr. Ricardo Pacheco, CRM-SP 87570 I RQE 22.683.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp