08/02/2024 às 13h46min - Atualizada em 09/02/2024 às 00h01min

Hipertensão Arterial: Diagnosticar é essencial, controlar a pressão é necessário

Estudo da OMS alerta que só 33% dos 50 milhões de hipertensos no Brasil têm a pressão arterial controlada; cardiologista explica importante exame para diagnóstico

Carolina Santaro Lantim
Freepik

Um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde), divulgado em setembro do ano passado, apontou que, no Brasil, apenas 33% dos 50 milhões de hipertensos controlam a pressão arterial. Hipertensão não controlada pode causar AVC (Acidente Vascular Cerebral), ataques cardíacos, insuficiência cardíaca, danos renais e outros problemas de saúde.

Dados do DataSUS mostram que, em 2023, a hipertensão essencial (primária) e outras doenças hipertensivas causaram 57.586 internações, média de seis por hora. No período, esses problemas foram responsáveis por 1.354 mortes.

O relatório da OMS ressalta que se o Brasil melhorar as taxas de tratamento de hipertensão, o país poderia evitar cerca de 365 mil mortes até 2040.

“O aumento da pressão ocorre quando os vasos sanguíneos ficam mais estreitos e menos elásticos, ocasionando um maior esforço do coração para bombear o sangue. Pressão acima de 14/9 é preocupante”, fala o cardiologista e especialista em hipertensão arterial, Fernando Nobre.

De acordo com o especialista, o exame MAPA (Monitorização da Pressão Arterial de 24 horas) é o que há de melhor para diagnóstico, tratamento e seguimento de pessoas com hipertensão. Nobre, inclusive, é introdutor do método no Brasil e autor de livro sobre o tema, que já está na 6ª edição, tendo treinado mais de 10 mil médicos sobre o assunto.

“Geralmente, a MAPA é solicitada para confirmar ou descartar o diagnóstico de hipertensão. Isso pode ocorrer no caso de pessoas que apresentem a chamada ‘hipertensão do avental branco’, quando apresentam pressão aumentada durante a consulta médica, com registros normais quando são submetidos à MAPA”, explica.

Para a MAPA, utiliza-se um aparelho que medirá a pressão com intervalos pré-estabelecidos durante o dia e a noite. “O exame deve ser realizado em um dia representativo da atividade diária da pessoa, assim, sendo necessária a manutenção das atividades rotineiras”, fala o cardiologista.

Além de definir com precisão o diagnóstico, por meio do exame é possível estabelecer o tratamento de acordo com os resultados obtidos.

 

Crédito da foto: Divulgação/Freepik

Legenda: Hipertensão não controlada pode causar AVC (Acidente Vascular Cerebral), ataques cardíacos, insuficiência cardíaca, danos renais e outros problemas de saúde
 

Sobre o Dr. Fernando Nobre

Fernando Nobre é Cardiologista, Doutor em Medicina pela USP (Universidade de São Paulo), com área de concentração em Hipertensão Arterial.

 

Assessoria de Imprensa

Predicado Comunicação

Carolina Santaro – [email protected] (11) 94470-6660 WhatsApp

Vanessa de Oliveira - [email protected] (11) 97529-0140 WhatsApp

Carolina Fagnani - [email protected] (11) 99144-5585 WhatsApp


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp