16/10/2020 às 12h45min - Atualizada em 16/10/2020 às 12h45min

Figueirense registra quatro novos casos de Covid-19; CBF nega adiamento do jogo

Da Redação
Patrick Floriani/FFC
O Figueirense Futebol Clube recebeu, na manhã desta sexta-feira (16), o resultado dos testes da Covid-19 realizados para a partida contra o Brasil (RS), pela Série B do Campeonato Brasileiro e mais quatro atletas testaram positivo.

O volante Arouca, o meia Davi Kuhn, o zagueiro Jhonatan e o atacante Gabriel Barbosa apresentaram resultado positivo para o Coronavírus. Os atletas já estão em isolamento e sendo monitorados pelo Departamento Médico do clube.

Agora, o clube já tem 15 atletas e mais o técnico Elano fora do time por conta da Covid-19, além de cinco membros da comissão técnica.

Para o jogo deste final de semana, o Figueira tem apenas 15 atletas relacionados. Se tiver 13, o jogo é adiado pela CBF. A situação do time catarinense é dramática, pois está em 18º lugar, com 14 pontos, dentro da zona de rebaixamento, em antepenúltimo lugar.

O clube catarinense pediu o adiamento da partida, mas não foi atendido.

Na rodada passada, contra o Sampaio Corrêa, quando perdeu por 3 a 0, fora de casa, o clube já ficou teve 12 baixas, incluindo jogadores e membros da comissão técnica.  E o Figueirense também pediu adiamento do jogo, mas sem sucesso.

Abaixo, a nota oficial desta sexta-feira:

"O Figueirense Futebol Clube, comunica ao seu torcedor e à sociedade em geral, que novamente diligenciou junto a Confederação Brasileira de Futebol, desta vez, para adiamento da partida contra o Brasil de Pelotas, marcada para o próximo sábado, no Estádio Bento de Freitas, na cidade de Pelotas – RS, válida pelo campeonato brasileiro da série B 2020/2021.

Tal pedido, encontra-se fundamentado no crescimento exponencial de infecções por Coronavirus, que atinge atletas, comissão técnica, colaboradores e dirigentes, limitando muito o número de jogadores disponíveis para atuar no jogo em questão.

Novamente, supostamente amparada em decisões anteriores, mas sem considerar o caso concreto, e ferindo de forma evidente o princípio da isonomia desportiva, a Confederação Brasileira de Futebol confirmou a realização da partida.

O Figueirense Futebol Clube registra seu protesto e o inconformismo com a manutenção da data da partida, que obrigou o clube a organizar logística desumana em meio a uma crise sanitária sem precedentes no mundo".

Matéria atualizada às 17h12, para acréscimo de informações


 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp