05/12/2023 às 14h57min - Atualizada em 05/12/2023 às 16h02min

Remodelação Costal: A cirurgia revolucionária para obter a tão desejada cintura modelada chega ao Brasil

Andreia Souza Pereira
Internet

Segundo a SBCP, nos últimos dez anos houve um aumento de 141% no número de procedimentos cirúrgicos realizados no Brasil. Muitas mulheres sonham com uma cintura modelada, e fazem de tudo para conquistar, através de exercícios localizados, cintas modeladoras, espartilhos e até mesmo a remoção das costelas. Entretanto, a técnica de remoção apesar de extremamente segura, em alguns casos, pode gerar  consequências pós cirúrgicas. “uma das críticas relacionadas a essa cirurgia é a possível perda da proteção que as costelas exercem sobre alguns orgãos, como o fígado e o baço, a  explica o cirurgião Dr. Guilherme Guisard, especialista em cirurgia plástica.

 

Diante disso, uma  nova opção conhecida como remodelação costal  minimamente invasiva vem ganhando espaço nos últimos anos. De acordo com o Dr. Guisard, a técnica é revolucionária, quando se fala sobre remodelação corporal. “É uma técnica em que as costelas não são retiradas e sim reposicionadas , permitindo  um pós-operatório mais tranquilo e com excelentes resultados”, explica.

 

A remodelação costal é uma técnica que pode ser associada a  lipoaspiração  e é realizada através pequenas incisões.   Com ultrassom as costelas são identificadas e posteriormente reposicionadas e,. O Dr. Guisard explica que é uma técnica de remodelação das costelas flutuantes,  mantendo  a função de proteção.. “Assim como se faz na rinoplastia, em que é necessário modificar a posição do osso para afinar o nariz e chegar no resultado adequado. A remodelação costal tem o mesmo princípio e objetivo”. 

 

Outra Importante  tecnologia envolvida na remodelação é o chamado piezoelétrico, o cirurgião explica que é   um dispositivo que produz uma ibração ultrasônica que só atinge o tecido mineralizado (ossos),promovendo uma fissura no mesmo sem  risco de lesionar, nervos, artérias e  musculatura. "A paciente durante os meses seguintes à cirurgia,utiliza um espartilho semelhante a uma cinta cirúrgica para ajudar a moldar as costelas na nova posição, resultando em uma cintura bem modelada”, afirma.

 

A cirurgia é indicada para pacientes que têm pouca cintura e que só com a lipoaspiração não conseguem obter o resultado ideal. “Depende muito do formato do corpo, existem mulheres que tem um formato um pouco mais quadrado, ou mais redondo, e mesmo com a lipoaspiração e com enxertia de gordura, não terá um resultado como deseja, e é por isso que a remodelação costal t veio para ficar  e atender ao desejo de tantas mulheres, em ter a cintura mais modelada”, finaliza Dr. Guisard. 



 

Para mais informações

 

Dr. Guilherme Guisard 

 

Excelência em Cirurgia Plástica em Taubaté - SP 

 

website: drguilhermeguisard.com.br


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp