01/12/2023 às 18h26min - Atualizada em 02/12/2023 às 00h00min

A importância da cronologia da saúde bucal desde a gestação até a melhor idade

Especialista ensina a manter dentes e gengivas saudáveis para garantir uma boa qualidade de vida

Máxima Assessoria de Imprensa
Freepik

A saúde bucal não é um aspecto isolado do bem-estar humano, pois ela está intimamente relacionada à saúde geral do indivíduo. Ignorar esse aspecto pode levar a uma série de complicações que vão muito além da cavidade oral. 

Segundo a cirurgiã-dentista Maria Fernanda Braga, a saúde bucal não é apenas uma questão estética ou funcional. Ela é integral à qualidade de vida geral de uma pessoa. “O cuidado com a saúde bucal é uma jornada que se estende por toda a vida. As necessidades mudam em cada fase, mas o objetivo permanece o mesmo: manter dentes e gengivas saudáveis para garantir uma boa qualidade de vida, além de uma saúde integral impecável”, explica.

Durante a gravidez, as alterações hormonais podem aumentar o risco de problemas bucais, como gengivite e cáries. “Por isso é fundamental que a mãe siga um plano de saúde bucal rigoroso, que inclui escovação, uso de fio dental e consultas regulares ao dentista”, afirma Braga.

De acordo com a cirurgiã-dentista, o plano na gestação consiste em consulta com dentista para avaliação, higienização regular e dieta balanceada. “Após o nascimento do bebê, é crucial iniciar o cuidado odontológico logo nos primeiros meses de vida, sempre com a orientação do profissional”, alerta.

Já durante a infância, o uso de escova de dente infantil deve ser utilizado de forma adequada, por isso, a primeira consulta ao dentista deve acontecer até o primeiro ano de idade para as orientações e aplicação de flúor. “Levar a criança ao consultório no primeiro ano de vida é decisivo para estabelecer um plano de cuidado preventivo, identificar precocemente problemas dentários e educar os pais sobre práticas de saúde bucal adequadas”, explica Maria Fernanda Braga.

Na adolescência, a fase é marcada pelo surgimento dos dentes permanentes e pelo risco aumentado de cáries e doenças gengivais. “É nessa fase que o uso de aparelho ortodôntico pode ser necessário. Por isso, é preciso se empenhar na higienização rigorosa para prevenção de cáries, além de consultas periódicas ao dentista”, alerta a especialista.

Para jovens adultos e durante a meia-idade, a manutenção da saúde bucal pode prevenir problemas mais graves no futuro, como a perda de dentes e doenças cardíacas. “Por isso é necessário limpezas profissionais semestrais, tratamentos de canal ou extrações, se necessários, além de uso de protetores bucais em atividades físicas”, explica a cirurgiã-dentista.

Já na melhor idade, o envelhecimento traz consigo problemas como a diminuição da produção de saliva e o desgaste do esmalte dentário. “Para manter a saúde bucal nessa fase, o uso de produtos específicos para boca seca pode ser indicado, além de tratamentos para fortalecimento do esmalte e check-ups regulares para detecção precoce de cânceres bucais”, finaliza Braga.

 

Maria Fernanda Braga : CRO RJ-41346

Cirurgiã-dentista, especializada em bebês e crianças, com formação e especialização pela UFRJ. É escritora, desenhista e idealizadora do projeto de prevenção da saúde bucal “As Aventuras de Dentix”, que cria uma comunicação facilitada para fazer a informação chegar para as famílias.

 

Assessoria de Imprensa
Máxima Assessoria – (11) 3283-2508
Mayara Rodrigues - [email protected] (11)98526-1920
Sandra Campello – [email protected] (11) 99156-6432

 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp