01/12/2023 às 12h07min - Atualizada em 02/12/2023 às 00h00min

Câncer no sangue também é câncer – Campanha da Abrale esclarece sobre leucemia

Ação na Avenida Paulista, no Dia Nacional de Combate ao Câncer, movimentou mais de 400 pessoas sobre o diagnóstico e tratamento da leucemia linfocítica crônica

Fernanda d´Avila
abrale.org.br
divulgação
A Abrale – Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia promoveu uma ação dinâmica de conscientização na Avenida Paulista (São Paulo), em 27 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer. A iniciativa fez parte da campanha “Câncer no sangue também é câncer”, para informar sobre as neoplasias hematológicas.

Cerca de 400 pessoas participaram da ação, que aconteceu em frente ao Top Center Shopping e teve por objetivo esclarecer sobre a leucemia linfocítica crônica (LLC), um tipo de câncer do sangue registrado, principalmente, em pessoas com mais de 50 anos. A doença, que pode não apresentar sintomas, é diagnosticada a partir de um simples exame de sangue (hemograma).

A ação contou com tubos gigantes de hemograma, que mostraram os aspectos do sangue de uma pessoa saudável e de uma pessoa com leucemia e alertaram para a importância de estar com o exame em dia.

O público também participou de um quiz, por meio de um painel touch screen, incentivando a interatividade e o entendimento sobre o tema.

Também no espaço, uma equipe de enfermagem fez exames simples, como medição de pressão e de glicemia, para incentivar os cuidados preventivos. 

O que é a leucemia linfocítica crônica (LLC)
As leucemias se caracterizam por um desenvolvimento descontrolado dos linfócitos, por conta de um erro genético. Quando isso ocorre, estas células param de realizar suas funções de proteção.  e

Esta leucemia é considerada crônica porque a alteração genética provoca o crescimento desordenado de linfócitos B que, geralmente, não impede a produção das células normais. Ou seja, ao mesmo tempo em que há uma produção de células doentes, causando acúmulo na medula óssea, por outro lado o processo de fabricação e maturação das células saudáveis continua acontecendo.

A LLC é uma doença adquirida e não hereditária. Ainda não se sabe o motivo para o seu surgimento, mas, na maior parte dos casos, ela atinge pessoas com mais de 50 anos. 

Com um simples hemograma (exame de sangue) é possível detectar a alteração nas células sanguíneas e desconfiar de uma leucemia. Mas nem sempre todos têm acesso à realização rápida desse exame e a uma consulta médica para esclarecimentos.

“A desinformação impede que a pessoa seja protagonista do seu processo de cuidado em saúde. A população deve se conscientizar que a leucemia linfoide crônica é uma doença que exige atenção e cuidados médicos, e que é possível viver com qualidade. Por isso, ações como esta que faremos na Avenida Paulista é crucial para chegarmos às pessoas e levar conteúdo de qualidade, além de conscientização”, afirma a CEO da Abrale e Médica Sanitarista, Dra. Catherine Moura.

No Brasil não há estimativas específicas de casos para a LLC. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, são esperados 11.540 novos casos de leucemia no Brasil, em 2023. A LLC seria responsável por cerca de um quarto destes casos.




 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp