28/11/2023 às 16h22min - Atualizada em 29/11/2023 às 00h00min

Campanha de prevenção ao câncer mobiliza índios no RS

Cacique da aldeia kaingang Goj Tahn faz exames e conhece a plataforma de prevenção da PreviNEO

RNR
https://previneo.com.br/
Roger da Rosa
Uma campanha de prevenção ao câncer de próstata da Secretaria de Saúde do Município de Rio Grande (RS) atraiu a atenção de homens indígenas das aldeias vizinhas ao município. No Brasil, estimam-se 71.730 novos casos de câncer de próstata por ano para o triênio 2023-2025. Atualmente, é a segunda causa de óbito por câncer na população masculina, segundo o Instituto Nacional de Câncer. É importante lembrar que no próximo dia 27 é comemorado do Dia Nacional de Combate ao Câncer.

Consciente da importância da prevenção, o cacique Cláudio Ka Peni Leopoldino, 48 anos, um dos poucos homens da aldeia kaingang Goj Tahn, no balneário Cassino, foi um dos primeiros a entrar na sala e a realizar os exames preventivos. Na pequena aldeia, ele lidera cerca de seis homens e tem estendido a todos a necessidade para que façam esse tipo de consulta.

A prevenção é uma ferramenta importante no município de Rio Grande. Por isso, os indígenas também tiveram acesso à plataforma digital PreviNEO, que permite que a população do município preencha um pequeno questionário e saiba se tem risco de desenvolver um dos cinco tipos de câncer mais comuns no Brasil (mama, próstata, cólon, colo de útero e pulmão), além de doenças mentais e cardíacas. O uso da plataforma, desde setembro deste ano, faz parte de uma parceria pioneira no Brasil entre a Prefeitura de Rio Grande (RS), a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Artemisia e a startup PreviNEO.
Conforme o grau de risco apontado na plataforma para algum dos tipos de câncer citados acima, o paciente é encaminhado para consulta em uma unidade básica de Saúde da rede municipal para acompanhamento e exames. Até o final de fevereiro do próximo ano, esse levantamento via plataforma digital vai ser realizado na cidade do Rio Grande. Os resultados devem ser divulgados ainda no primeiro semestre de 2024.

Para o cacique, sem os exames preventivos, o corpo sofre as consequências”. A secretária da Saúde no município, Zelionara Branco, que acompanhou o atendimento aos indígenas, acredita que as campanhas de prevenção e a plataforma de PreviNEO são fortes sensibilizadores para que a população procure cuidar melhor da saúde, realizando exames e tendo uma vida mais saudável.
“Do ponto de vista da saúde, é preciso que todos olhem melhor para sua situação e procurem a prevenção, pois ainda é o melhor remédio”, recomendou a secretária.
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp