21/11/2023 às 00h00min - Atualizada em 21/11/2023 às 00h00min

Hospital Infantil de Florianópolis realiza mobilização para eliminar focos do mosquito da dengue

Jonatã Rocha / Secom
O Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), de Florianópolis, foi a primeira unidade própria da Secretaria de Estado da Saúde (SES) a se mobilizar nesta segunda-feira, 20, com ações do Dia Nacional de Combate à Dengue. Servidores, equipados com luvas e sacolas de plástico, vistoriaram a área externa do hospital e recolheram objetos para eliminar possíveis focos do mosquito Aedes aegypti. O inseto é transmissor de três doenças: dengue, Zika e chikungunya.

“Precisamos unir forças e trabalhar no combate da dengue. O mês de novembro é destinado na realização de ações de mobilização e sensibilização da população. Por isso, estamos realizando a limpeza em todos os hospitais e estruturas de saúde para eliminar qualquer foco da doença, principalmente depois das fortes chuvas no nosso estado. Pedimos que a população nos ajude nesta força-tarefa e vistoriem as suas casas”, destaca a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto.

A força-tarefa, organizada pela direção, percorreu as dependências externas do hospital, começando no estacionamento da Emergência. Na sequência, foram para o estacionamento coberto dos funcionários, seguiram para os jardins localizado atrás do hospital, passaram nos arredores do setor de manutenção e encerram no estacionamento externo dos servidores.

Nesses locais foram recolhidos objetos de plástico e de papel que acumulavam água devido às fortes chuvas dos últimos dias; as lixeiras, baldes e vasos com água foram esvaziados; nos locais necessários foi colocado areia; os bueiros foram vistoriados e colocado cloro onde havia água parada.  

“O dia D foi no sábado,18, e hoje mobilizamos alguns funcionários do Hospital Infantil para recolhermos materiais que estavam descartados, vasos com água parada, garrafas pets, copos, além de colocarmos cloro nos bueiros. O objetivo desta ação é de conseguirmos conscientizar a população da importância da não proliferação desse mosquito. Porque onde o mosquito não se cria, a dengue não se espalha”, reforçou Tatiana Titericz, diretora técnica do HIJG.

No final desta segunda, servidores do Instituto de Psiquiatria, de São José, irão eliminar os possíveis focos do mosquito da dengue. Ao longo da semana outros hospitais da SES também estarão mobilizados nesta ação de fundamental importância neste momento, pois os períodos de calor intenso e muitas chuvas são oportunos para a proliferação do mosquito Aedes aegypti.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp