30/10/2023 às 15h23min - Atualizada em 31/10/2023 às 00h00min

Senac promove evento Conexão RH - Conheça os Benefícios da Contratação de Migrantes e Refugiados

Atividade gratuita será realizada pela Rede de Carreiras no dia 7 de novembro 

Luciana Rodrigues d'Anunciação
Divulgação/ Senac em Minas
O Núcleo de Pós-Graduação do Senac em Minas (Rua dos Guajajaras, 40, 16º andar - Centro) recebe no dia 7 de novembro, terça-feira, das 8h às 12h, o evento "Conexão RH - Conheça os Benefícios da Contratação de Migrantes e Refugiados". A atividade é gratuita e as pessoas interessadas poderão se inscrever pelo doity, pelo link https://doity.com.br/conexao-rh-1.   

O objetivo da iniciativa é fomentar e sensibilizar gestores e empresários sobre a contratação de migrantes, além de promover temas relacionados à contratação de migrantes e refugiados.   

O "Conexão RH - Conheça os Benefícios da Contratação de Migrantes e Refugiados" é promovido pelo Rede de Carreiras em parceria com o Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados Brasil (SJMR - Brasil) e a Agência da ONU para as Migrações (OIM). Ana Roberta da Cruz, Especialista Técnica de Relações Institucionais do Senac/Rede de Carreiras, destaca a importância dessa parceria para a realização do evento. “Tanto a OIM quanto o SJMR - Brasil como a OIM são referências quando se fala em inclusão de migrantes e refugiados no Brasil. Já o Senac é referência na qualificação profissional para o comércio de bens, serviços e turismo. Nossos propósitos se cruzam: mudar vidas através da educação e do emprego. As três instituições trabalham em prol da melhoria de vidas desse público. A inclusão é o nosso foco.”    

A especialista aponta as demais ações e soluções que a Rede de Carreiras oferece para conectar migrantes e refugiados ao mercado de trabalho. “Temos uma plataforma que conecta profissionais ao mercado de trabalho, disponibilizada para que os representantes do SJMR - Brasil possam orientar migrantes e refugiados a se cadastrar e acessar as vagas disponíveis. Disponibilizamos também o programa de orientação profissional para que esses trabalhadores possam se preparar para processos seletivos. Além disso, o Senac também contribui com a formação profissional de migrantes e refugiados oferecendo cursos através dos programas Senac de Gratuidade e Senac+.”  
 
 Conexão RH - Conheça os Benefícios da Contratação de Migrantes e Refugiados - Programação  
  • 8:00 - Credenciamento 
  • 9h - Apresentação do Conexão RH - Projeto Oportunidades, com João Raphael - Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados Brasil (SJMR - Brasil), Juliana Rocha – OIM, Agência da ONU para as Migrações e Ana Roberta da Cruz - Especialista Técnica de Relações Institucionais do Senac/Rede de Carreiras. 
  • 9h15 – Palestra Migração, ESG e Mercado de trabalho. Ministrantes: Angetona Dorgilus – Assistente Social (Haiti), Graziela Francisca Alves – Gerente de Gestão de Pessoas do Senac e Cintia Antonacci - Gestora Trade Marketing Regional da Aurora Alimentos. 
  • 10h – Palestra Contratação na Prática: E agora?. Ministrantes: Representantes da AdvisoRH, da SJMR Brasil – Meios de Vida e Proteção e David Guzmán - Cônsul do Peru. 
  • 10h40 - Experiência de quem já contratou: Painel Empresa amiga do Migrante. Ministrantes: representantes do Hospital São Francisco, do Supermercado Verdemar e da Convaço. 
  • 11h30 - Plenária e roda de conversa: Dúvidas, experiências e participação do público 
  
Dados sobre migrantes e imigrantes no Brasil   
Fonte: Observatório das Migrações Internacionais - OBMigra   
  • Entre 2011 e 2021, o número de trabalhadores imigrantes foi ampliado de 62,4 mil para 188 mil. Houve redução do volume e participação dos países europeus e norte-americanos. E um crescimento da participação de trabalhadores de países do Sul Global, especialmente haitianos e venezuelanos. 
  • Do total de trabalhadores formais, haitianos passaram de 1,1% em 2011, para 38,8% em 2020, e recuaram para 27,8% em 2021. 
  • Já os venezuelanos apresentaram crescimento contínuo, passando de 0,6% para 28,6% do total, entre 2011 e 2021. Apenas no último ano o ganho de participação dos venezuelanos foi de 10,2 pontos percentuais. 
  • Houve um crescimento contínuo nos registros de mulheres imigrantes no país desde 2011. A partir de meados da década, os números começam a ter um crescimento mais vertical. Devido à pandemia de Covid-19, houve um decréscimo no ano de 2020, que já voltou a crescer em 2021. 
  • No ano de 2021, foi contabilizado um total de 151.155 imigrantes, sendo 67.772 registros de mulheres. Como resultado, houve um aumento na participação das mulheres imigrantes no mercado de trabalho formal de 2011 a 2021. Em 2011 havia 19.095 mulheres imigrantes no mercado de trabalho formal no Brasil, no final da década esse número passou para 60.775.  
  • Os setores de atividades econômicas que mais empregam as mulheres imigrantes são: as indústrias de abate de animais, os frigoríficos, além dos restaurantes e similares. 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp