19/10/2023 às 16h47min - Atualizada em 20/10/2023 às 00h00min

Qual o preço de um sorriso padrão?

Escrito por Márcia Luz

Kasane Comunicação Corporativa
Divulgação (acervo pessoal)
Nos últimos anos, a demanda por intervenções estéticas se acentuou, em virtude do aumento da exposição nas redes sociais, e com a possibilidade de usar fotos capazes de realçar as características mais ínfimas das pessoas. Nesse contexto, os procedimentos estéticos da odontologia ganham destaque, uma vez que a busca pelo sorriso perfeito compõe o cartão de visitas desses padrões da sociedade atual. No entanto, apesar de hoje em dia haver um debate válido sobre a importância de um conceito de beleza que seja mais diverso e inclusivo, certas imposições parecem se intensificar com o passar do tempo e as consequências da busca por padrões inalcançáveis se tornam cada vez mais graves.

É fundamental destacar que a odontologia estética é uma área que busca aprimorar a aparência dos dentes e do sorriso e, com isso, promove a autoestima e a confiança dos pacientes. Vale ressaltar que o avanço da tecnologia e das técnicas dentárias proporcionou o desenvolvimento de diversos procedimentos para melhorar a atuação de profissionais deste campo. É inegável, portanto, que a odontologia evoluiu muito: novos materiais, novos parâmetros de qualidade e de precisão, além de novos exames de diagnóstico. Porém, algo que não mudou é a ética profissional e o nosso compromisso de promover a saúde, conforme firmamos em juramento aos nos formar.

Diante dessa perspectiva, datas como o Dia Mundial do Dentista e do Sorriso – ambas celebrados em outubro – trazem a oportunidade de refletir sobre os rumos que nós, enquanto profissionais, temos tomado em nossa prática. Isso porque, nesse mundo imediatista, o excesso de valorização da estética tem tomado conta dos consultórios. Muitas vezes o tratamento mais complexo, que visa tentar manter um dente – que precisa fazer canal, pino e coroa – é considerado difícil e as pessoas acabam optando por retirar o dente e fazer um implante. Não que implantar não seja um excelente tratamento, quando o prognóstico do dente é desfavorável. Contudo, manter o órgão dental natural na boca é sempre a opção que o dentista deve priorizar. 

Além disso, o uso das facetas e das lentes de contato se tornou uma “febre”, com a fabricação de sorrisos padronizados, em termos de cor e tamanho dos dentes, que fogem à naturalidade anatômica de cada pessoa. Então, é muito importante que haja essa preocupação tanto da classe odontológica, quanto de quem busca o profissional. É preciso se questionar: qual é o objetivo desse tratamento? O que desejo comprar desse profissional? Estou colocando minha saúde em primeiro lugar? O desejo é realmente me encaixar no padrão de beleza imposto atualmente? Nesse sentido, o dentista tem o papel fundamental de alertar sobre a importância de valorizar a naturalidade e a originalidade de cada sorriso. Portanto, vale o questionamento final: a odontologia vende saúde ou vende sorrisos padronizados?

Márcia Luz Marques é odontóloga especialista em Endodontia Microscópica e professora
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp