18/10/2023 às 14h42min - Atualizada em 19/10/2023 às 00h01min

Marcelo Jeneci e a busca pela felicidade: entre versos e vibrações positivas

Idealizado por Gustavo Arns, o Congresso Internacional de Felicidade, receberá o cantor Marcelo Jeneci e terá ‘Felicidade’ como música tema da edição

REDAÇÃO
Assessoria Marcelo Jeneci
 

Na sinfonia da vida, a busca pela felicidade muitas vezes encontra seu eco nas notas e melodias da Música Popular Brasileira (MPB), uma trilha sonora que transcende o tempo e se entrelaça com as experiências da alma. Em meio a esse vasto repertório, a canção "Felicidade" de Marcelo Jeneci emerge como um farol, guiando-nos por caminhos reflexivos sobre a conexão entre a música e a busca pela felicidade.

O especialista em felicidade, Gustavo Arns, comenta que a ciência da felicidade e a psicologia positiva, são campos que exploram os elementos que contribuem para uma vida plena e satisfatória e revelam a influência poderosa da música em nosso estado emocional. “A melodia cativante de "Felicidade" não apenas encanta os ouvidos, mas também tece uma teia de emoções positivas, estimulando áreas do cérebro associadas ao bem-estar”, diz Gustavo. 

 

A letra, repleta de poesia e simplicidade, é como um espelho das verdades simples que a ciência da felicidade nos revela. A importância de apreciar o momento presente, cultivar relacionamentos significativos e encontrar alegria nas pequenas coisas é ecoada tanto na sabedoria da música quanto nas descobertas dos estudiosos da felicidade. A música tem o poder único de transcender barreiras culturais e sociais, unindo corações através de emoções compartilhadas. 

 

A MPB, rica em diversidade e profundidade lírica, tem sido um veículo para transmitir mensagens de esperança, amor e, claro, felicidade. A cadência envolvente de Jeneci nos leva a uma jornada interior, onde cada acorde ressoa com as vibrações da positividade. 



 

“Já me perdi na esfera musical e já me achei nela também. Eu fui resgatado pela música, de repente ela chega e te abraça. Hoje, concluindo meu sexto setênio, realizo que meu lugar de força como compositor é a busca pela medicina contida na formulação dos acordes, melodias e palavras. Entregar minha vida nessa direção me torna extremamente feliz”, comenta Marcelo.

 

Além disso, a psicologia positiva destaca a importância da expressão artística como meio de auto expressão e conexão com os outros. O ato de criar ou apreciar música ativa circuitos cerebrais associados à gratificação, promovendo um estado de bem-estar duradouro. Assim, ao imergir na melodia de "Felicidade," encontramos uma via expressiva para explorar e celebrar os sentimentos que nos conduzem à alegria genuína. 

 

“Pautar nossa criação no que pode fazer diferença na vida de alguém, é uma chave. Me vejo como um operário da música, que de tempos em tempos, acessa ou é acessado por algo que tem que nascer e chegar em quem precisa”, diz Jeneci sobre como é saber que sua canção se tornou um hino para quem busca a felicidade.

 

De acordo com a neurociência, a música exerce uma influência significativa em nosso estado emocional, proporcionando uma ampla gama de emoções, desde alegria até a contemplação. O simples ato de ouvir uma melodia agradável pode desencadear a liberação de neurotransmissores associados ao prazer, como a dopamina, contribuindo para sentimentos de felicidade e satisfação. Além disso, certos tipos de música, como as suaves, clássicas ou de meditação, têm o poder de reduzir o estresse e a ansiedade, agindo como uma ferramenta eficaz de relaxamento. Ao seguir os compassos dessa trilha, descobrimos que a felicidade, muitas vezes, está mais próxima do que imaginamos, embalada pela doce melodia da vida. 




 

Gustavo Arns, idealizador do Congresso Internacional de Felicidade que acontecerá em Curitiba nos dias 18 e 19 de novembro, comenta que a música nos toca em lugares emocionais. “Ela tem a capacidade de gerar bem-estar emocional e mental. A psicologia positiva comenta que todo tipo de apreciação artística e cultural, é importante pois é um pilar essencial para o desenvolvimento humano.”, completa o especialista.

 

O Congresso, com palestrantes de diversas áreas e especialidades, incluindo Marcelo Jeneci, aborda a felicidade sob quatro aspectos: científico, espiritual, artístico e filosófico. O cantor comenta que  vive em preceitos para conseguir receber e transmitir sua mensagem. “Só assim consigo sentir a magia me transpassando, para contribuir com algo que está além de mim. Essa é minha obrigação. Se estamos aqui é porque precisamos caprichar. Uma chama um chamado”, finaliza.

 

Sobre o Congresso Internacional da Felicidade:

Data: 18 a 19 de novembro de 2023

Local: Pavilhão de Exposições do Parque Barigui – Curitiba (PR) 

Horários: Sábado: início às 09h

     Domingo: término às 19:15h


 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp