16/10/2023 às 12h31min - Atualizada em 16/10/2023 às 16h00min

Dia das Crianças: ISH Tecnologia alerta sobre riscos na era da Inteligência Artificial

Ciberbullying, assédio e fraudes são alguns dos problemas aos quais os pais devem ficar atentos

Gabriel Chilio Jordão
Pixabay

Com o recente Dia das Crianças, a ISH Tecnologia, maior companhia nacional de cibersegurança, alerta para a crescente preocupação sobre como a tecnologia, especialmente a inteligência artificial generativa, está afetando o desenvolvimento e a segurança das crianças. Neste mundo digital em constante evolução, a presença da IA tornou-se inegável, com modelos como ChatGPT, GPT-4, Bard, Midjourney e DALL-E moldando a interação diária e a educação das crianças. 

Por isso torna-se essencial entender como proteger a privacidade dos pequenos. Manter informações pessoais privadas é uma defesa contra ameaças como ciberbullying, fraudes e assédio. Por isso, ensinar às crianças a importância da privacidade online deve ser uma responsabilidade compartilhada entre pais, educadores e cuidadores. 

“A IA, com sua capacidade de coletar e usar dados pessoais sem que muitas vezes percebamos, opera em plataformas digitais e aplicativos, registrando comportamentos e preferências para melhorar a experiência do usuário e fornecer anúncios direcionados. A coleta onipresente de dados inclui informações como histórico de pesquisa e compras, localização e até mesmo conversas em chats e assistentes virtuais”, destaca Caíque Barqueta, especialista em Inteligência de Ameaças da ISH Tecnologia. 

Garantindo a segurança na Era Digital 

À medida que as crianças exploram o mundo da inteligência artificial, é crucial que elas aprendam estratégias para utilizar essa tecnologia com segurança. Configurações de conta protegidas, controle parental, avaliação de aplicativos e compartilhamento consciente são algumas das medidas que podem garantir a segurança das crianças. 

No entanto, é igualmente importante estar ciente dos perigos dos deepfakes, uma tecnologia alimentada pela IA que pode modificar imagens e vídeos de maneira convincente. “Deepfakes podem ser usados de forma maliciosa, colocando em risco a segurança das crianças. Portanto, é vital verificar a fonte, prestar atenção aos detalhes e ensinar às crianças como identificar conteúdo manipulado”, ressalta Barqueta. 

Equilibrando o uso da tecnologia 

O uso equilibrado da tecnologia, incluindo a IA, é fundamental para o desenvolvimento saudável das crianças. Estabelecer limites de tempo de tela, participar ativamente das atividades online das crianças e servir como modelo de comportamento equilibrado são estratégias importantes. 

“Nunca é demais reforçar a importância de promover atividades offline e manter um diálogo aberto com as crianças sobre suas experiências com a tecnologia. Com conhecimento, orientação e consciência, é possível ensiná-los a aproveitar os benefícios da IA de forma segura e responsável, assegurando que a tecnologia não prejudique seu crescimento e desenvolvimento”, conclui Barqueta. 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp