16/10/2023 às 13h27min - Atualizada em 16/10/2023 às 16h00min

Biometria facial na antifraude impulsiona a inclusão digital no Brasil

Atomics, solução da Simply, aprimora a segurança e torna a tecnologia acessível a todos os brasileiros

Bianca Rossoni Miranda de Oliveira
Banco de imagens

No Brasil, apenas no primeiro trimestre de 2023, houve 2,8 mil tentativas de fraudes financeiras em canais eletrônicos por minuto. Isso levou a uma demanda urgente por soluções mais seguras e eficazes. Esse número alarmante levou o Banco Central a criar  novas regulamentações e, a partir de 1º de novembro de 2023, as instituições financeiras serão obrigadas a compartilhar informações sobre fraudes.

A biometria facial, uma tecnologia que utiliza a Inteligência Artificial (IA) para analisar e mapear traços faciais, surgiu como uma das ferramentas mais promissoras para enfrentar esse desafio. Apesar de seu uso ter sido acelerado pela pandemia, quando houve um aumento significativo nas transações bancárias online, a adoção bem-sucedida da biometria facial também enfrenta desafios relacionados ao acesso à tecnologia e ao conhecimento de uso.

O Brasil ocupa a 80ª posição, entre 120 países, no ranking de alfabetização digital, segundo o índice “The Inclusive Internet 2021”, publicado pela revista britânica The Economist,  e a falta de acesso à internet afeta um grande número de brasileiros. Na era da informação que vivemos, as empresas precisam apostar em recursos tecnológicos disruptivos mais eficazes para facilitar a verificação de identidade, autenticação de transações e controle de acessos.

O Head de P&D da Simply, Vinícius  Oliveira e Silva, destaca que a biometria facial está intrinsecamente ligada aos dispositivos móveis, e o uso generalizado das redes sociais no Brasil ajudou a desmistificar o uso de tecnologia em smartphones. “Isso torna a ferramenta uma opção acessível, mesmo para aqueles que podem não ter proficiência completa em alfabetização digital. Os bancos digitais têm investido em linguagem acessível e suporte humanizado para ajudar os usuários a compreender e adotar a tecnologia”, explica o executivo da Simply, fintech especialista em automação de processos com a utilização de inteligência artificial. 

A empresa tem se destacado por desenvolver uma solução de biometria facial que traz segurança para a instituição, sem criar fricção para o cliente, garantindo que a tecnologia seja acessível e compreensível para um público diversificado. A Simply oferece o Atomics, uma solução de validação automática de documentos e reconhecimento facial baseada em IA, que possui a funcionalidade de Prova de Vida, realizando a autenticação de clientes baseada em biometria facial. Com isso, a solução leva mais segurança às operações de validação de identidade desempenhando um papel fundamental na prevenção de fraudes. 

O Atomics utiliza a biometria facial para verificar a identidade dos usuários, autenticar transações e controlar acessos, garantindo um alto nível de segurança.  A ferramenta tornou-se crucial para validar transações envolvendo qualquer valor, tornando-o uma solução essencial para aprimorar a capacidade das instituições supervisionadas na prevenção de fraudes. 

Em um cenário onde a biometria facial se destaca como uma ferramenta fundamental no combate às fraudes e na promoção da inclusão digital, a Simply está na vanguarda, fornecendo soluções que aprimoram a segurança e tornam a tecnologia acessível a todos os brasileiros. A empresa continua a incentivar a  revolução da ferramenta no Brasil, fortalecendo a segurança digital e impulsionando a inclusão digital em todo o país.


 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp