11/10/2023 às 16h03min - Atualizada em 12/10/2023 às 00h00min

Campanha global incentiva público a 'Movimentar-se Contra a Trombose' no 10º aniversário da iniciativa ao redor do planeta

Lembrado anualmente em 13 de outubro, o Dia Mundial da Trombose promove conscientização de riscos, sintomas, tratamento e prevenção à doença que afeta milhões de pessoas em todo o mundo

XCOM
WTD

São Paulo, 11 de outubro de 2023 – Nesta sexta-feira, 13 de outubro, é o Dia Mundial da Trombose, um esforço global estabelecido pela Sociedade Internacional de Trombose e Hemostasia (ISTH, na sigla em inglês) para divulgar os fatores de riscos, sintomas, tratamento e prevenção aos coágulos sanguíneos, também conhecidos como trombos, origem do nome da doença em português. Com uma em cada quatro pessoas a morrer em todo o mundo devido às condições relacionadas aos coágulos sanguíneos, a trombose é a principal causa de mortes hospitalares evitáveis ​​no planeta. 

O Dia Mundial da Trombose envolve mais de 5 mil organizações parceiras e indivíduos de mais de 120 países que unem forças para promover a compreensão do tratamento e prevenção de coágulos sanguíneos. No seu 10º aniversário, a campanha incentiva o público a “Movimentar-se Contra a Trombose”, uma vez que movimentos simples, incluindo caminhar e alongar-se, podem aumentar o fluxo sanguíneo e ajudar a reduzir o potencial de formação de trombos. 

A trombose pode se desenvolver ou rumar para os vasos sanguíneos de todo o corpo, muitas vezes causando sintomas que podem ser confundidos com outras doenças. Os sintomas mais comuns de coágulo sanguíneo na perna, ou trombose venosa profunda (TVP), podem incluir dor ou sensibilidade na panturrilha, inchaço do tornozelo ou pé, vermelhidão ou descoloração perceptível e/ou calor nessa área. Já os sintomas de coágulo sanguíneo nos pulmões, ou embolia pulmonar (EP), podem incluir falta de ar inexplicável, respiração rápida, dor no peito, frequência cardíaca acelerada e/ou tontura ou perda de consciência. 

“Uma das razões pelas quais a trombose acaba sendo a causa de morte de uma em cada quatro pessoas em todo o mundo é que muitos dos seus sintomas são sinônimos de outras condições comuns”, afirma a médica Lana Castellucci, presidente do Comitê Diretor do Dia Mundial da Trombose. “Quando uma pessoa sente cãibras nas pernas, por exemplo, é improvável que procure um especialista para se submeter a exames de trombose e, infelizmente, isso pode resultar em morte por essa doença. Com esta campanha global, estamos trabalhando para educar o público sobre trombose, condição prevalente para garantir que cuidados médicos adequados sejam procurados antes que seja tarde demais", pontua ela. 

Certos fatores de risco podem aumentar a probabilidade de desenvolvimento de trombose, especialmente: 

  • Hospitalização prolongada: Até 60% dos casos de tromboembolismo venoso (TEV) ocorrem durante ou após a hospitalização, pois os pacientes têm maior probabilidade de ter mobilidade reduzida devido ao repouso no leito hospitalar; 

  • Tratamento de câncer: Os pacientes com câncer têm quatro vezes mais probabilidades de desenvolver um coágulo sanguíneo grave devido aos efeitos da cirurgia e da quimioterapia; 

  • Gravidez e pós-parto: O sangue fica mais pegajoso durante a gravidez e, imediatamente, após o parto. Além disso, o peso do útero ao pressionar as veias da pelve pode retardar a circulação nas pernas. 

Praticar exercícios regularmente e manter um peso saudável é importante para pessoas com esses e outros fatores de risco. Por isso, a incorporação do movimento na prevenção de coágulos sanguíneos inspirou o tema “Movimente-se Contra a Trombose”, na edição deste ano da campanha global do Dia Mundial da Trombose. 

#

Sobre a Sociedade Internacional de Trombose e Hemostasia (ISTH) e o Dia Mundial da Trombose – Fundada em 1969, a Sociedade Internacional de Trombose e Hemostasia (ISTH na sigla em inglês) é a principal sociedade profissional médica e científica mundial dedicada a promover a compreensão, prevenção, diagnóstico e tratamento de condições relacionadas à trombose e hemostasia. A ISTH é uma organização internacional médico-científica profissional com mais de 7 mil médicos, pesquisadores e educadores, trabalhando juntos para melhorar a vida de pacientes em mais de 124 países ao redor do planeta. Entre suas atividades e iniciativas altamente conceituadas, estão programas de educação e padronização, atividades de pesquisa, reuniões e congressos, publicações revisadas por pares, comitês de especialistas e a campanha do Dia Mundial da Trombose, em 13 de outubro.  


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp