10/10/2023 às 15h36min - Atualizada em 11/10/2023 às 00h02min

Nova Geração de Gestores de Wealth Management são mais ousados e inovadores, afirma estudo da Russell Reynolds

Diferenciação digital é a chave para líderes navegarem com sucesso em meio à maior transferência de riqueza intergeracional, prevista em U$ 230 trilhões até 2030

Assessoria de Imprensa
Russell Reynolds
 Estudo da Russell Reynolds Associates, líder global em busca de executivos sêniores e em consultoria em avaliação e desenvolvimento de lideranças, revela que os gestores mais modernos de Wealth Management, ou grandes fortunas, são mais ousados em suas tomadas de decisão, sustentados por uma mentalidade inovadora e mais voltada para o digital. A pesquisa O Líder Moderno de Wealth Management, inclusive, aponta para um perfil semelhante ao dos líderes de transformação digital, com habilidades sociais acentuadas que fomentam o engajamento e a colaboração de clientes e parceiros comerciais. Estima-se que esses líderes serão responsáveis por gerenciar U$ 230 trilhões em ativos líquidos até 2030, aumentando os desafios para alcançar alta performance em um setor já altamente competitivo.

“Wealth Management é uma área em acelerada transformação e estar preparado para enfrentar novos cenários pode não ser suficiente. Os líderes precisam tornar-se o próprio agente da mudança e ser socialmente proativos, estando antenados com as inovações tecnológicas e facilitando a sintonia com as diferentes necessidades de seus clientes e a busca por novas oportunidades de negócios”, afirma Fernando Machado, consultor da Russell Reynolds Associates. “Para obter vantagem competitiva, atrair, desenvolver e reter os talentos certos, nessa área onde os recursos humanos são escassos, é tão crucial quanto inovar em escala e investir em tecnologia”, completa Machado.

A Russell Reynolds relata que os líderes mais modernos de Wealth Management têm características que se diferenciam dos demais líderes de Serviços Financeiros e um olhar atento a essa variação de perfil ajuda na escolha de parceiros estratégicos ao lidar com a escassez de talentos. Profissionais de Asset Management (gestão de Ativos), por exemplo, demonstram um mesmo desejo de aprender e evoluir, mas são mais reservados e acostumados a clientes institucionais. Enquanto os executivos de Bancos de Investimento possuem um instinto comercial semelhante, porém seu perfil de liderança é mais analítico, orientado a transações e processos. Líderes de Seguros se assemelham aos gestores de grandes fortunas por sua orientação pelo cliente e seu senso de motivação, no entanto, pensam e atuam de forma mais tradicional. Os líderes de Bancos Comerciais e de Consumo apresentam níveis de engajamento similares e compartilham da mesma visão sobre aderência de produtos para o relacionamento a longo-prazo com os clientes. Não por acaso, muitos dos talentos em Wealth Management vêm desse segmento.

O estudo O Líder Moderno de Wealth Management destaca a transformação digital como um dos principais fatores de diferenciação no mercado, especialmente para atrair e reter clientes mais jovens e empreendedores. À medida que os investidores buscam maior rendimento, mais opções e controle sobre seu futuro financeiro, cada vez mais instituições financeiras estão investindo na criação de modelos de negócios digitais, seja por construção, aquisição ou parceria com empresas do próprio setor e de Tecnologia.

O aumento de ativos líquidos individuais nos próximos anos, estimado como a maior transferência de riqueza entre gerações, tem despertado a atenção de diferentes instituições financeiras, que enxergam a Gestão de Grandes Fortunas como uma ótima oportunidade para gerar fluxo de receita adicional. O estudo O Líder Moderno de Wealth Management observa, inclusive, um aumento de instituições financeiras diversificando portfólios ou alavancando sua atuação na área como estratégia para fortalecer seu posicionamento no segmento de Family office.

O estudo da Russell Reynolds ressalta que as empresas precisam adequar a cultura corporativa e desenvolver o banco de talentos para enfrentar os desafios futuros e maximizar as oportunidades do mercado, estabelecendo um legado significativo para a próxima geração de investidores. Do contrário, os traços de liderança moderna identificados no estudo podem rapidamente se desvalorizar se os negócios não evoluírem e crescerem com agilidade.

 
Sobre a Russell Reynolds Associates

A Russell Reynolds é líder global em busca, consultoria e desenvolvimento de lideranças. Seus mais de 600 consultores em 47 escritórios trabalham com organizações privadas, públicas e sem fins lucrativos em todos os setores e regiões. A Russell Reynolds apoia os clientes na construção de equipes de líderes transformacionais que podem enfrentar os desafios de hoje e antecipar as tendências digitais, econômicas, de Sustentabilidade e políticas que estão remodelando o ambiente de negócios global. Desde ajudar os conselhos com sua estrutura, cultura e eficácia até identificar, avaliar e definir a melhor liderança para as organizações, a Russell Reynolds traz décadas de experiência para ajudar os clientes a resolverem seus problemas de liderança mais complexos. A Russell Reynolds existe para melhorar a forma como o mundo é conduzido. Mais informações em www.russellreynolds.com

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp