05/10/2023 às 16h41min - Atualizada em 06/10/2023 às 00h00min

Pegada digital: entenda maneiras de reduzir seus rastros na internet

Para aumentar a privacidade e a segurança online, a ESET sugere se livrar do que não é utilizado, diminuindo assim a presença digital

Byanka Vieira do Carmo Mendes
Freepik

São Paulo, Brasil - Cada vez mais vivemos uma parte maior da vida no mundo digital. Isso significa: fazer login nas plataformas de redes sociais para socializar, comunicar-se por e-mail, usar mecanismos de busca, apps de mensagens e ferramentas de videoconferência, além de consumir conteúdo por meio de serviços de streaming. 

No entanto, cada serviço com o qual interagimos solicita informações como login, detalhes de contato, localização e até mesmo histórico de navegação para manter as contas seguras, oferecer experiências personalizadas e monetizar seus negócios. Nesse sentido, para garantir a segurança, a ESET recomenda limitar a quantidade de informações divulgadas na internet e compartilhadas com essas organizações, a fim de mitigar os riscos de segurança e privacidade.

"Quanto mais sites e aplicativos com os quais se compartilha informações pessoais e de sua conta, maiores são as chances de que seus dados acabem sendo expostos, tanto se uma dessas empresas for comprometida quanto se cibercriminosos atacarem diretamente. Também há mais probabilidades de que informações de navegação e outros dados sejam compartilhados com anunciantes externos e terceiros. E, é claro, ao publicar conteúdo nas redes sociais, o usuário  convida o público  a observar sua vida diária, o que não apenas pode colocar em risco sua própria segurança e privacidade, mas também pode representar uma ameaça para seu empregador, caso você use um dispositivo de trabalho ou compartilhe informações corporativas, ampliando ainda mais os riscos.", alerta Camilo Gutiérrez Amaya, Chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET na América Latina.

Restringir o que se posta e compartilha online faz sentido em um mundo digital cada vez mais povoado por cibercriminosos e fraudadores. Mas com tanta informação espalhada por potencialmente tantos sites, contas e dispositivos, pode ser difícil saber por onde começar.

A ESET compartilha algumas maneiras de reduzir seus “rastros” digitais:

  • Baixe menos aplicativos: os apps geralmente exigem que os usuários insiram uma quantidade significativa de informações pessoais e/ou financeiras para funcionar como pretendido. Eles também podem rastrear a localização, a atividade de navegação e outras informações que são compartilhadas com terceiros.  Antes de realizar um download, analise se é algo realmente necessário. Também é recomendado "limpar" regularmente os dispositivos para remover quaisquer aplicativos que não são usados há muito tempo e verificar as permissões dos aplicativos que eles mantêm. 
     
  • Configure menos contas online e limpe as existentes:  é importante evitá-lo, mesmo que isso signifique que as credenciais de pagamento e login não serão salvas no navegador e precisarão ser colocadas manualmente na próxima vez que você fizer login. Recarregar essas informações é um pequeno passo extra que muitas vezes representa o preço que você paga por maior privacidade e segurança. 
     
  • Tome cuidado para não compartilhar dados confidenciais: a menos que estritamente necessário, não compartilhe números de telefone, endereços de e-mail, endereços residenciais, detalhes financeiros ou outras informações de identificação pessoal, que estão  em alta demanda no submundo do crime cibernético. E-mails e números de telefone podem ser usados, por exemplo, para destinatários de spam com mensagens de phishing.
     
  • Pense duas vezes antes de compartilhar algo nas redes sociais: o conteúdo que for compartilhado será praticamente impossível de remover quando estiver no domínio digital. Portanto, é importante primeiro considerar como esse conteúdo pode ser recebido por outras pessoas, incluindo potenciais empregadores, e se ele contém informações confidenciais sobre o trabalho e a vida pessoal. Considere também limitar a visibilidade do perfil a amigos/contatos online e não adicionar ninguém que você não conheça na vida física. Analise suas preferências de privacidade e esteja ciente de que qualquer contato não solicitado pode ser fraudulento.
     
  • Exerça o direito ao esquecimento: para muitas pessoas em diferentes partes do mundo existe o que é conhecido como o direito ao esquecimento e o direito ao apagamento, que permitem que as pessoas solicitem que certas informações sejam excluídas da Internet. Seu nome deve ser pesquisado na internet para ver o que é encontrado e os proprietários do site são contatados para solicitar a remoção. Em seguida, você tem que entrar em contato com os mecanismos de busca para fazer o mesmo.
     
  • Mantenha a localização em segredo: uma das maneiras mais intrusivas de capturar dados é o rastreamento de localização. Isso não apenas coloca a privacidade digital em risco, mas também pode colocar em risco a segurança física. Certifique-se de impedir que aplicativos que não precisam dele rastreiem sua localização.
     
  • Não preencha pesquisas online: a internet está repleta de concursos e ofertas de prêmios, muitas vezes em troca de completar uma pesquisa ou tomar uma ação semelhante. Algumas são campanhas de marketing que buscam construir listas de contatos. Outros podem ser  esforços criminosos projetados  para roubar informações pessoais para uso em campanhas de phishing e/ou para vender na dark web.
     
  • Desativar cookies de terceiros: cookies são pequenos arquivos baixados para o PC ou dispositivo quando há visita a um site. Eles são usados pelos proprietários de sites para traçar o perfil de quem está visitando seu site e para salvar suas preferências para visitas futuras. Embora isso possa melhorar a experiência de navegação, muitas pessoas preferem não compartilhar esse tipo de informação, que pode incluir nomes de usuário e senhas. Na próxima vez que um site for visitado, considere recusar cookies. Você também pode desativar o rastreamento de terceiros acessando as configurações de privacidade do seu navegador.
     
  • Limite o número de dispositivos que você usa: considere quantos dispositivos e PCs precisam ser usados ativamente. Cada um deles contém dados que podem ser expostos se o dispositivo for perdido ou roubado. 

"Minimizar a exposição de dados é uma das práticas que as  organizações com as quais interagimos diariamente buscam seguir, pois dessa forma reduzem sua exposição ao risco regulatório. Mas também é uma prática recomendada às pessoas para melhorar sua segurança e privacidade enquanto navegam nas águas traiçoeiras da Internet", aconselha Camilo Gutiérrez Amaya, Chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET América Latina.

Para saber mais sobre segurança da informação, visite o portal de notícias ESET.  A ESET também convida você a conhecer o Conexão Segura, seu podcast para descobrir o que está acontecendo no mundo da segurança da informação. Para ouvir, acesse este link.

 

Sobre a ESET

Desde 1987, a ESET® desenvolve soluções de segurança que ajudam mais de 100 milhões de usuários a aproveitar a tecnologia com segurança. Seu portfólio de soluções oferece às empresas e consumidores de todo o mundo um equilíbrio perfeito entre desempenho e proteção proativa. A empresa possui uma rede global de vendas que abrange 180 países e possui escritórios em Bratislava, San Diego, Cingapura, Buenos Aires, Cidade do México e São Paulo. Para mais informações, visite nosso site ou siga-nos no LinkedIn, Facebook e Twitter.

Copyright © 1992 - 2023. Todos os direitos reservados. ESET e NOD32 são marcas registradas da ESET. Outros nomes e marcas são marcas registradas de suas respectivas empresas.

Contatos para Imprensa:
(11) 98933-4840

Byanka Mendes - [email protected]
Leonardo Nascimento - [email protected].br
Manuel Quilarque - [email protected]



 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp