05/10/2023 às 20h57min - Atualizada em 06/10/2023 às 00h00min

PACZen oferece espaço gratuito para cuidados com a saúde mental para população periférica de Pirituba

Com quase dois anos, o projeto da ONG PAC, contabiliza mais de 400 atendimentos, promovendo um ambiente acolhedor e de bem-estar para comunidade, por meio de terapias convencionais e alternativas

Pitchcom Comunicação LTDA
Terapia em grupo realizada no PAC Zen | Foto: Divulgação

Destaques do PACZen:

  • São mais de 240 pessoas atendidas pelo projeto mensalmente;
  • Em mais de 1 ano, o projeto desenvolve mais de 8 atividades dentre terapias convencionais e alternativas para os atendidos pela ONG, são elas: psicoterapia individual, terapia em grupo, arteterapia, constelação familiar, reiki, yoga, plantão psicológico, atendimento em parceria com universidades e UBS da região; 
  • O PACZen contabiliza mais de 400 horas em atendimentos, com uma equipe fixa de 6 profissionais e conexão com 19 voluntários;
  • Somente no primeiro semestre de 2023, a ONG realizou mais de 882 atendimentos com terapias alternativas com assistidos das suas três casas de acolhimento para crianças e adolescentes (SAICA), unidade do Serviço de Assistência Social à Família (SASF) e Centro para Criança e Adolescente (CCA); 
  • Para os próximos anos, a meta do PACZen é conectar novas parcerias para a ampliar os atendimentos para assistir mais de 120  pessoas que atualmente aguardam por uma vaga no projeto; 

São Paulo, 05 de outubro de 2023 – Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, somente no primeiro semestre de 2023, a cidade contabiliza em média 10 casos de autoagressão e de tentativa de suicídio por dia entre crianças e jovens de até 19 anos. Um crescimento de 82%, em comparação com o mesmo período em 2019, antes da pandemia de Covid-19. 

Esse cenário é ainda pior em regiões periféricas, onde a população precisa lidar com questões estruturais (ou básicas) como: falta de moradia digna, renda mínima, emprego, segurança, saneamento básico, além de acesso à cultura e lazer, que foram agravados com a pandemia. Esse contexto, contribui para que especialmente crianças, adolescentes e mulheres periféricos figurem entre os mais vulneráveis. Além disso, outro desafio é o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), que estão sobrecarregadas com o aumento da demanda, o que torna o acesso ao tratamento adequado demorado.

Diante desse cenário preocupante, a ONG PAC (Projetos Amigos da Comunidade) – que atua há mais de 20 anos com crianças, jovens, adultos e idosos em situação considerada de 'extrema vulnerabilidade social' nas regiões de Pirituba, São Domingos e Jaraguá – inaugurou em 2022 um espaço gratuito voltado exclusivamente para a saúde mental e bem-estar das famílias e comunidades assistidas pela ONG, o ‘PAC Zen’ com objetivo de promover suporte a demanda de cuidados com a saúde mental.

De acordo com Rosane Chene, empreendedora social e diretora da ONG PAC (Projeto Amigos da Comunidade) a busca por atendimentos de saúde mental para crianças, adolescentes e mulheres, na comunidade Pirituba, Jaraguá e Pq São Domingos cresceu após a pandemia.

Em uma área de 100m² com jardim de inverno, salas para atendimento psicológico (online ou presencial), cadeiras de massagem e espaço para práticas de terapias alternativas coletivas o PACZen disponibiliza: Psicoterapia, Terapia em grupo, Yoga, Constelação Familiar, Reiki e Arteterapia. Atualmente, cerca de 240 das pessoas são atendidas mensalmente, dentre crianças, jovens e adultos. 

“O PAC Zen, é uma forma de tornar possível o atendimento psicológico e de terapia alternativas voltado a saúde mental da população periférica. Infelizmente, esses serviços ainda são de difícil acesso, por isso, oferecemos local diferenciado, acolhedor e confortável para que eles possam se sentir bem integralmente”, comenta a psicóloga e coordenadora do PACZen, Renata.

O projeto atua com uma equipe fixa de 6 profissionais, mas é amparada principalmente por uma “rede do bem” a partir do exercício de 19 voluntários recorrentes dentre psicólogos, psicoterapeutas, professores de yoga, professores de reiki, artistas plásticos, músicos, entre outros. 

Somente no primeiro semestre de 2023, a equipe contabiliza mais de 155h no atendimento de tratamento psicoterapêutico individual e mais de 880 atividades de acolhimento foram realizadas na comunidade, incluindo visitas domiciliares. 

“O principal objetivo do PACZen é atuar na prevenção de um cenário de saúde mental mais agravado, oferecendo acolhimento. Por isso, em casos mais sensíveis, em que é necessário prescrição de medicamentos, por exemplo, nós direcionamos o atendido a rede de assistência social e continuamos oferecendo toda assistência possível em nosso espaço”, aponta Renata. 

 

Parceiros pelo acolhimento 

 

Para promover ainda mais o acesso à saúde mental na periferia, recentemente, o projeto passou a receber apoio do Condeca e da SulAmérica para promover a ampliação dos atendimentos, em especial para crianças e adolescentes.

Além disso, a ONG conta com parcerias com universidades (UNIP, Cruzeiro do Sul, Unipaulistana e FMU), em que o PACZen oferece atendimento no formato plantão psicológico. Alunos em formação no curso de Psicologia atuam em atendimentos psicológicos individuais, monitorados por um profissional. Nesse modelo, foram realizados cerca de 139 atendimentos. Outra parceria é com Unidade Básica de Saúde (UBS) da comunidade, para a realização de auriculoterapia, fisioterapia, planejamento familiar, rodas de conversa sobre educação reprodutiva, promovendo impacto positivo na vida de mais de 109 pessoas. 

“Infelizmente a saúde mental é um tema muito negligenciado, seja pelo estigma ou pela falta de acesso e isso é muito maior na periferia. Isso se reflete principalmente nas crianças e jovens, que são o futuro, mas que sofrem desde cedo com questões como depressão e ansiedade. O trabalho que o PACZen oferece é uma maneira de acolhê-los. Por isso, é fundamental nos conectarmos com parceiros para conseguir ampliar nossos atendimentos”, afirma a empreendedora social e diretora da ONG PAC, Rosane Chene.

 

Acolhimento que transforma

A Mislandia Santos Ribeiro, 33 anos, atualmente desempregada, é um exemplo da importância da atuação do PAC Zen na comunidade. Mãe de duas crianças neuroatípicas: Letícia, 10 anos, que é uma pessoa autista e Nicolas, 5 anos, que ainda investiga o diagnóstico, foi no PAC Zen que ela encontrou acolhimento em um momento muito sensível de sua vida.

“Infelizmente, o SUS não consegue suprir toda a demanda, então ter um local como o PAC Zen significa ser acolhida. Em um momento muito difícil da minha vida (passava por um processo de separação), o PAC Zen foi como uma rede de apoio, que me ouvia e também atuava com ferramentas para enfrentar essas dificuldades”, comenta Mislandia. 

Mislandia, participa da terapia em grupo, workshops e já passou pela psicoterapia e sessões de terapia alternativa, como o reiki. Além dela, sua mãe também já foi atendida pelo projeto e sua filha começará o atendimento psicoterapêutico. 

“Sem dúvidas, sem o PAC Zen, não sei como seguiria minha vida. Toda a equipe acolhe e nos empodera mostrando que é possível sim enxergar novas perspectivas de vida, sou muito grata”, comemora Mislandia.



 

Sobre o PAC - Projeto Amigos da Comunidade   

Fundado há 20 anos, o PAC – Projeto Amigos da Comunidade uma Organização Social sem fins lucrativos certificada pelo CEBAS - Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social - que atende a população em situação de vulnerabilidade e/ou risco social nos distritos de Pirituba, São Domingos e Jaraguá (SP).  Atualmente, o PAC conta com mais de 92 funcionários, cerca de 5.000 voluntários, 187 mantenedores via doação e mais de 10 empresas parceiras que subsidiam as oficinas promovidas pela organização, como Zendesk, TOTVS Meridional, Co.Aktion, Elo, Sow e Netas, R3 Viagens.       

Para mais informações sobre o PAC, (clique aqui).     

     

 

Informações à imprensa I Projeto Amigos da Comunidade (PAC)       

Pitchcom Comunicação      

Isadora Leone | (11) 98445-3985 - [email protected]   

Andrea Cipriano | (11) 99151-2328 – [email protected]  

Bianca Sales | (11) 94571-9028 – [email protected]    


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp