03/10/2023 às 12h51min - Atualizada em 04/10/2023 às 00h00min

Observabilidade e segurança unificadas para impulsionar a inovação e a produtividade

Por Letícia Missali, Head de Marketing da Dynatrace para a América Latina

Dynatrace
Dynatrace

A busca constante por inovação e produtividade tem sido uma força motriz nas empresas modernas. Ser capaz de se adaptar rapidamente às mudanças tecnológicas e às demandas do mercado é essencial para se manter competitivo. Nesse contexto, a observabilidade emerge como uma abordagem crucial para impulsionar os negócios, permitindo às organizações uma compreensão profunda de seus sistemas e processos. Através de práticas como log management, software automation e application security, a observabilidade oferece insights valiosos que podem ser transformados em ações estratégicas. 

Com a proliferação de serviços em múltiplas nuvens e aplicações distribuídas, a complexidade do ecossistema tecnológico tem aumentado exponencialmente. Temos diversos pontos de entrada e saída, conhecidos como pontos de observação, e o desafio da atualidade é ter uma visão holística e precisa de todo o ambiente tecnológico, superando obstáculos para mapeamento dos sistemas e identificação de potenciais problemas. 

Com a observabilidade, as empresas se tornam capazes de entender, monitorar e depurar sistemas complexos por meio de indicadores e métricas relevantes. Muito além de fornecer visibilidade sobre dados e aplicações, a observabilidade oferece um entendimento aprofundado do comportamento das ferramentas mais distintas das empresas, desde aplicações internas até sites e aplicativos para os clientes. Ela possibilita a tomada de decisões mais informada, a identificação proativa de ocorrências e riscos, além da garantia de uma experiência bem-sucedida aos usuários e clientes finais das empresas. 

Por meio do gerenciamento de logs, a observabilidade assegura alta performance, segurança e uma jornada positiva no acesso às ferramentas. A prática coleta, processa e armazena uma vasta quantidade de dados de várias fontes, registros de eventos e métricas de performance, obtendo informações valiosas sobre a atuação do sistema, erros, transações e interações do usuário. Por meio desses registros, é possível ter uma identificação rápida de problemas. Ainda, permite uma análise retrospectiva e preventiva de ocorrências para um melhor desempenho da infraestrutura.  

Outro fator-chave da observabilidade que leva inúmeros benefícios aos negócios está na automação de software. Por meio dela, a produtividade dos times de desenvolvimento é ampliada com a redução da carga de trabalho manual repetitiva, liberando tempo para atividades mais criativas e estratégicas. Com a automação de software, os engenheiros de TI podem tomar decisões mais assertivas, agir mais rapidamente nos ajustes e melhorar a capacidade de resposta, assim como a escalabilidade de suas aplicações. Através da automação, é possível provisionar e escalar recursos, automatizar pipelines de integração e entrega contínuas para acelerar a implantação de novos recursos e atualizações. Testes são feitos de forma mais rápida e eficiente, assim como o gerenciamento de configurações, reduzindo erros e inconsistências. 

Já a convergência da observabilidade com a segurança de aplicações garante que as inovações implementadas não comprometam a integridade e a confidencialidade do ecossistema tecnológico. Essa segurança é crucial para os negócios de hoje, que são responsáveis por uma enormidade de dados de empresas e clientes, com restritas legislações que as obrigam a investir em proteção. Ao unificar práticas de segurança à observabilidade, as organizações detectam ameaças e anomalias, inclusive comportamentos suspeitos, intrusões ou atividades maliciosas nos sistemas para solucioná-los rapidamente, além de manter registros detalhados de logs para auditoria e conformidade regulatória.  

À medida que as empresas crescem e expandem seus negócios, a quantidade de dados gerados e processados aumenta de maneira abrupta. Com isso, o gerenciamento dos sistemas fica cada vez mais complexo e altamente suscetível a questões que possam comprometer a performance e a confiabilidade. Por isso, a escalabilidade da observabilidade, que permite o acréscimo de novos recursos com facilidade, é um requisito que tende a se tornar fundamental para organizações que demandam expansão de suas estruturas tecnológicas. 

Equipes que sempre trabalharam sozinhas agora estão juntas em prol dos resultados empresariais. Práticas de DevSecOps e uma cultura ágil são amplamente debatidas no trabalho colaborativo entre equipes de desenvolvimento, operações e vendas. Juntas e com a ajuda de tecnologias de ponta, elas permitem a rápida interação, entrega contínua e melhorias constantes na performance e na qualidade dos serviços oferecidos aos usuários finais. 

A observabilidade atua como a melhor alternativa para a identificação de gargalos, de falhas e de oportunidades de otimização de todo o ciclo de vida das aplicações. Oferece recursos diferenciados e atuação ininterrupta, indo muito além da capacidade humana. Por isso, podemos afirmar que a tecnologia é, sim, um grande divisor de águas, em especial quando unificada à segurança. Quem não criar uma forte cultura digital, orientada a dados e automação, não conseguirá impulsionar a inovação. Ao adotar a observabilidade como uma abordagem central dos negócios, as empresas conseguem enfrentar os desafios do futuro e liderar o caminho em direção à excelência operacional e à inovação contínua. 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp