29/09/2023 às 11h09min - Atualizada em 01/10/2023 às 00h01min

Perigos do bruxismo à saúde e ao bem-estar

Você conhece as causas, sintomas e tratamento do bruxismo?

Vero Lettera Comunicação
Una Odontologia
 
O bruxismo, condição especificada pelo ranger ou aperto involuntário dos dentes, especialmente durante o sono, ganhou destaque na área de saúde bucal, principalmente no pós-pandemia. Para entender melhor sobre o assunto, a Dra. Alessandra Kuskoski, Especialista em Ortodontia, Ortopedia Orofacial e Odontologia Miofuncional, compartilha informações valiosas sobre essa condição, desde suas causas até os riscos e tratamentos.
 
“Na época de quarentena, com a rotina de sono alterada e a grande incidência de fatores psicológicos, grande parcela da população ficou mais suscetível à ocorrência de bruxismo e mal-estar do distúrbio”, afirma a especialista. De acordo com ela, muitas vezes o bruxismo é causado por fatores como estresse, ansiedade, problemas de oclusão dentária, apneia do sono e hábitos prejudiciais como o consumo excessivo de cafeína e álcool.
 
Contudo, muitos pacientes chegam ao consultório sem ter ideia de que sofrem de bruxismo, pois ainda não compreendem o que ele é.
 
O bruxismo pode resultar em diversos sintomas, que incluem:
 
Ranger ou apertar os dentes frequentes;
Dor na articulação da mandíbula;
Dores de cabeça;
Estalos na mandíbula ao abrir a boca;
Barulhos e zumbidos no ouvido;
Dificuldade para se concentrar e distração durante o dia;
Dentes sensíveis;
Dentes lascados, trincados ou quebrados;
Dores no pescoço e ombros devido à tensão muscular;
Stresse e cansaço diurno
"O bruxismo frequentemente está associado à ansiedade e o estresse. Também pode estar relacionado às maloclusões que impedem o fechamento correto da boca, ou, ainda, pode ser uma consequência da respiração bucal, que causa o ressecamento da boca durante o sono e leva ao movimento involuntário dos dentes, buscando produzir saliva. Já em outras pessoas, o bruxismo pode ter origem genética ou ser causado pelo uso de medicamentos", explica a Dra. Alessandra.
 
Os perigos a longo prazo do bruxismo são vários. "Se não tratado, o bruxismo pode resultar em dores persistentes de cabeça, mandíbula e pescoço, além de problemas graves, como fraturas e perdas dentárias", alerta. "Além disso, o bruxismo pode afetar o sono, a saúde mental e até a fala e alimentação das pessoas”, completa.
 
Essa condição comum em homens e mulheres, também pode ocorrer em crianças. O bruxismo infantil, considerado um Distúrbio do Sono, é o terceiro mais comum entre os pequenos, ficando atrás apenas de falar enquanto dorme e do ronco.
 
Para um diagnóstico preciso e um tratamento eficaz, é essencial buscar ajuda de um profissional capacitado, como um especialista em odontologia do sono. "O diagnóstico envolve avaliação clínica, análise da história do paciente, exame físico da boca e dos dentes, e, em alguns casos, exames complementares como radiografias e até polissonografia para monitorar o bruxismo durante o sono", ressalta a especialista.
 
Com base no diagnóstico, o tratamento do bruxismo pode variar. As opções vão desde dispositivos intraorais, placas miorrelaxantes, terapias miofuncionais, mudanças no estilo de vida e, em casos mais severos, medicação. "Uma abordagem personalizada é crucial para alcançar resultados positivos e melhorar a qualidade de vida dos pacientes que sofrem com o bruxismo", conclui a Dra. Alessandra Kuskoski.
 
Serviço: Una Odontologia, Saúde & Bem-Estar
 
Odontologia do Sono
 
Dra. Alessandra Kuskoski Szupka
 
CRO-PR 21.270
 
Especialista em Ortodontia & Ortopedia Orofacial
 
@draalessandraks.ortho
 
@una.odontosaude
 
@odontologiadosono.curitiba
 
WHATSAPP: 41 99825-3199
 
www.odontologiadosono.com 
 
Endereço: Av. República Argentina, 1505 | sala 1208, Curitiba/PR.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp