29/09/2023 às 11h26min - Atualizada em 01/10/2023 às 00h01min

Lançado programa para criar um ‘mundo livre de todas as doenças’

O objetivo é tornar possível diagnosticar em tempo real e a baixo custo

DOC Press Comunicação
https://seegenebrazil.com.br/
Divulgação Seegene/Guilherme Ambar
A Springer Nature, maior editora de livros acadêmicos do mundo e a Seegene, uma das maiores produtoras mundiais de testes para diagnóstico de diagnóstico molecular por PCR lideram um programa para capacitar especialistas, cientistas e médicos para que desenvolvam métodos para identificar em escala mundial e tentar eliminar a maior parte das doenças que se enquadram como problemas de saúde pública no mundo.
O programa, que tem inscrições abertas até 31 de outubro, tem 15 projetos para desenvolver reagentes de ensaio de diagnóstico qPCR (reação em cadeia de polimerase) sindrômicos em doenças infecciosas e transmitidas por vetores, bem como na detecção de patógenos e se ele tem mutações que o tornam resistente aos medicamentos.
O objetivo primário é tornar possível diagnosticar em tempo real e a baixo custo as principais doenças que afetam dezenas de milhões de pessoas no mundo e principalmente nos países mais pobres, para que num segundo momento essas doenças possam ser combatidas a nível mundial e finalmente eliminadas, como aconteceu com a varíola e está em vias de se conseguir com a poliomielite.
O CEO do ramo brasileiro da Seegene, Guilherme Ambar, explica que os 15 projetos iniciais são sobre infecções do trato urinário, dermatófitos (doenças causadas por fungos que se alimentam da pele e unhas), infecções sexualmente transmissíveis, triagem de vaginite (incluindo estreptococo do grupo B), painel respiratório, tipagem de microbactérias não tuberculosas, doença transmitida por carrapatos, vírus da febre tropical, staphylococcus áureos resistente à meticilina e organismos multirresistentes.
“O projeto é muito ambicioso”, reconhece Guilherme Ambar, pois estamos falando não só de diagnóstico, mas de diagnóstico precoce em todas as áreas, incluindo câncer e doenças infecciosas” e a experiência de décadas da Seegene será disponibilizada para os parceiros globais, permitindo que cientistas de todo o mundo desenvolvam novos produtos de diagnóstico para todas as doenças.
As candidaturas para participar do projeto devem ser de equipes de pelo menos dois especialistas, pesquisadores ou cientistas ligados a uma Universidade ou instituto de pesquisa autorizado a realizar estudos pré-clínicos e clínicos. As inscrições podem ser feitas no site https://openinnovation.seegene.com/
Além da auxílio-pesquisa de até 3 milhões de reais por projeto, os escolhidos vão receber reagentes qPCR sindrômicos da Seegene, reagentes de extração, consumíveis, educação sobre métodos de estudo clínicos e demais material necessário para que trabalhem com os patógenos escolhidos como alvo do estudo.
Ao anunciar o programa à comunidade científica global, o editor chefe da Springer Nature, Richard Hughes, disse que com o programa “estamos encorajando cientistas de diferentes áreas a colaborar no desenvolvimento de ensaios PCR que possam ter um impacto real na saúde global”.
Em condições normais uma empresa de diagnóstico molecular por PCR consegue desenvolver apenas alguns ensaios sindrômicos anualmente”, complementa Guilherme Ambar, mas com o programa recém-lançado vai crescer significativamente o número de ensaios que podem chegar a centenas e mesmo milhares por ano.
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp