07/04/2021 às 12h10min - Atualizada em 07/04/2021 às 12h10min

Marcílio Dias envia ofício à FCF para reclamar da arbitragem no jogo contra o Criciúma

Da Redação
Bruno Golembiewski/CNMD
O departamento jurídico do Marcílio Dias encaminhou à FCF (Federação Catarinense de Futebol) um ofício de manifestação a respeito das decisões tomadas pelo árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira no jogo diante do Criciúma, válido pela 8ª rodada do Campeonato Catarinense e disputado no último domingo (4), no Estádio Doutor Hercílio Luz, em Itajaí. 

"O Clube entende que foi diretamente prejudicado pelos erros cometidos por ele no empate por 1 a 1 contra o adversário e cobra punições severas ao profissional de arbitragem", disse a diretoria do Marinheiro em sua página no Facebook.

Segundo a diretoria, juntando os lances registrados em vídeos e também matérias da imprensa catarinense que repercutiram os erros de D’Alonso, o Clube aponta lances envolvendo excessos de violência por parte dos jogadores do Criciúma e erros cruciais em momentos decisivos da partida. 

"Entre os erros cometidos, dois principais deles resultam no gol de empate do adversário no segundo tempo. Aos 29 minutos o lateral-esquerdo Fernando é agredido com uma joelhada e fica fora de campo para receber atendimento médico. Em seguida, aos 31 minutos, o atacante Franklin é pisado no pé e o lance segue, sem que tenha sido dada a falta, até sair o gol do Criciúma, enquanto o camisa 27 permanece caído. Importante destacar que Franklin não conseguiu continuar em campo e teve que ser substituído. Neste lance, D’Alonso estava posicionado a poucos metros do ocorrido e mesmo assim não assinalou a irregularidade", disse.

No documento enviado à FCF, o Clube cita ainda demais erros cometidos no jogo de domingo em postura displicente de Rodrigo D’Alonso Ferreira. Por isso, solicitamos de forma provisória a suspensão do árbitro e que seja decretado o afastamento definitivo do mesmo de todos os jogos do Marcílio Dias, além da sugestão que ele passe por curso de reciclagem ou aperfeiçoamento.

"Estamos, ao longo de mais de um ano de pandemia, lutando diariamente para deixar salários de jogadores e demais funcionários em dia e manter o Clube de pé. Jamais aceitaremos calados ser prejudicados da maneira que fomos no último domingo, jogando dentro de nossa casa, e esperamos ser atendidos pela FCF", reforça a diretoria.

O Marinheiro está em quarto lugar na classificação, com 11 pontos ganhos.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp