03/04/2021 às 00h00min - Atualizada em 03/04/2021 às 00h00min

​Frente Parlamentar tenta desburocratizar geração de renda em Florianópolis

Da Redação
Divulgação
A Câmara de Florianópolis reinstalou nesta semana a Frente Parlamentar do Desenvolvimento Econômico, que terá como objetivo promover a discussão e o aprimoramento da legislação e de políticas públicas entre o parlamento, sociedade civil e órgãos públicos afins, visando a desburocratização, segurança jurídica, liberdade econômica, responsabilidade fiscal e transparência no setor.

A iniciativa foi feita na última quinta-feira (1), em reunião remota. "Sabendo do impacto que nós tivemos tanto na contenção de leis que poderiam prejudicar, da falta de previsibilidade de impacto econômico de legislações que estavam sendo tramitadas aqui nesta Casa, somente com a conversa com quem paga a conta é que a gente consegue fazer com que isso seja repensado e seja remodelado, para que seja realmente fértil e próspero o terreno de geração de negócios desta cidade. Que a gente possa deixar as pessoas com menos burocracia e menos tempo sendo perdido com legislação para que elas possam entregar o seu melhor no seu potencial de trabalho", disse a vereadora Manu Vieira (NOVO), presidente da Frente Parlamentar nos próximos dois anos.

A inovação nessa nova gestão será através da criação de um canal de comunicação não só com as entidades, mas com a população por meio de um formulário de identificação das principais burocracias para a geração de renda, permitindo o desenvolvimento de propostas e de um caderno de soluções que podem ser discutidas na Câmara. A nova gestão da Frente convida ainda as entidades a debaterem os impactos de projetos em trâmite e que podem ser melhorados em prol da população.

"Nós precisamos das entidades para conseguir, muitas vezes, defender projetos que, sem elas, teríamos muita dificuldade em barrar, melhorar, conseguir um outro destino. A Frente Parlamentar tenta consertar as causas da dor, que são essas propostas que muitas vezes criam problemas para quem deveria estar focado em atender o seu cliente, criar novos produtos", afirmou o deputado Estadual Bruno Souza (NOVO).

Participaram ainda da reunião as vereadoras Carlas Ayres (PT), Maryanne Mattos (PL) e a vereadora Pri Fernandes (Podemos) representada pelo assessor parlamentar. E as seguintes entidades: Associação Catarinense de Supermercados (ACATS), Casa Civil, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Conselho Estadual do Jovem Empreendedor de Santa Catarina (CEJESC), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio), Junta Comercial do Estado de Santa Catarina (JUCESC), Grupo de Líderes Empresariais (LIDE), Sebrae, Sindepark, Instituto de Formação de Líderes (IFL), Sinduscon, Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur), Floripa Sustentável, Floripa Amanhã, Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC) e Sindicato das Escolas Particulares de Santa Catarina (SINEPE).
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp