29/03/2023 às 14h41min - Atualizada em 30/03/2023 às 00h01min

CFO as a Service pode trazer economia de até 70% para startups

Contratação de serviços é oportunidade de ter um departamento financeiro organizado e mais êxito na tomada de decisões, sem onerar empresas que ainda estão se desenvolvendo

SALA DA NOTÍCIA Litiane de Oliveira
Assessoria de Imprensa
Divulgação

Ter um setor financeiro profissionalizado e organizado é um dos passos para que as startups e pequenas empresas cresçam. A contratação de um CFO é um investimento que, muitas vezes, uma empresa que está em desenvolvimento não pode suportar, além de não haver demanda para um profissional em tempo integral. Uma solução nestes casos pode ser buscar empresas especializadas na terceirização de serviços financeiros, como o CFO as a Service (CFaaS), que pode gerar uma economia financeira de até 70% para a empresa. 

 

Nesse modelo, a consultoria faz o papel de um CFO, atuando com um squad de profissionais especializados, que buscam os melhores caminhos para as decisões e organização financeira. A contratação, realizada por horas, também traz uma otimização da gestão, uma vez que os fundadores podem ter 40% de redução do tempo gasto com a gestão financeira. 

 

O CFO as a Service foi a opção da BossaBox, startup que nasceu em 2017, com um investimento inicial de R$ 4 mil dos fundadores, e hoje se propõe a ser como uma "software house” sob demanda, oferecendo produtos digitais para empresas que visavam entrar no ambiente online. 

 

Em 2020, a startup recebeu um aporte de R$ 8 milhões, liderado pela Astella Investimentos e Redpoint Eventures. Foi neste momento que a necessidade de um setor financeiro com profissionais experientes e que pudesse colaborar na melhor destinação de recursos ficou latente. A empresa contratou então a Triven, pioneira no Brasil em CFO as a Service. 

 

“Nosso desafio era fazer a gestão financeira da empresa, ajudando na profissionalização deste departamento. Trabalhando em conjunto com Rodrigo Xandó, responsável pelo departamento na BossaBox, a Triven auxiliou na melhoria dos processos internos, por meio da criação de procedimentos, políticas de crédito e implementação de planilhas de fluxo de caixa, DRE e outras ferramentas que ajudaram a dar segurança e pavimentar o forte crescimento da startup”, conta Fernando Trota, cofounder e CEO da Triven.

 

De acordo com Rodrigo Xandó, analista financeiro da Bossabox, em dois anos de parceria com a Triven no CFO as a Service, é possível reconhecer uma grande evolução, em especial em relação à organização interna do setor financeiro e à capacidade de geração de dados trazendo competência para a tomada de decisões. 

 

“Nós precisávamos ganhar maturidade para apoiar o crescimento da empresa e escalar a área financeira sem que isso nos exigisse recursos muito grandes. Acredito que, com o CFO as a Service, conseguimos fazer isso muito bem, atendendo nossos objetivos ao longo desses dois anos, como a estruturação e utilização das melhores práticas em relação a processos e uma camada de gestão sobre a área financeira. Essa gestão é incomparável, o quanto hoje conseguimos ter dados e utilizar eles para definir rumos”, aponta Xandó. 

 

Nesse período, desde que iniciou a parceria com a Triven, a BossaBox recebeu uma extensão de aporte de mais de R$ 7 milhões e se prepara para a internacionalização e uma série A, desafios que ainda contarão com o apoio do squad da Triven. 


Apoio nas grandes decisões

 

Existem momentos nos quais as empresas, em especial as startups, que vivem um mercado muito dinâmico, precisam tomar grandes decisões. Nestes cenários, um apoio importante é o serviço de Advisory, ou seja, um modelo de consultoria financeira e estratégica para períodos em que algo está em jogo na trajetória do empreendedor.

 

Fernando Trota enfatiza que, durante a jornada de Customer Development, perguntas difíceis precisam ser respondidas e, através da consultoria, a Triven reúne dados, especialistas e tecnologias de ponta para analisar, estruturar e atacar cenários complexos. “Também podemos fornecer elementos para que o founder esteja seguro e embasado para levar a empresa adiante na jornada de Staged Finance”, pontua. 

 

Foi a esse serviço que a Sindiconet recorreu, em 2020, para conseguir ter uma base mais estruturada para olhar para o futuro e ver os caminhos que poderiam ser tomados. O time de Advisory foi um catalisador da operação de M&A com o Quinto Andar: de um processo que costuma levar meses para uma proposta em aproximadamente 30 dias. Em poucas semanas, a consultoria apoiou a construção de análises que sustentaram uma conversa embasada sobre valuation e estrutura da operação.   

 

Marjorie Albuquerque, diretora de Marketing e sócia da Sindiconet, conta que a Triven começou realizando um trabalho de modelagem de dados, e rapidamente os sócios da empresa entenderam que desejavam a consultoria em todas as etapas do processo, inclusive nas negociações. 

 

“Em um espaço curto de tempo, eles conseguiram aprofundar muito essa análise, com um time de especialistas de diversas disciplinas, o que acabou trazendo para nós essa segurança das decisões tomadas em todas as etapas. Eu vejo que, com esse trabalho, foi possível termos uma visão diferente e mais ampla do nosso próprio negócio”, completa Marjorie. 

 

Quanto custa o CFO as a Service?

 

Hoje, na Triven, o CFO as a Service possui diferentes negociações - entre R$ 6 mil e R$ 15 mil, valores que podem variar de acordo com a alocação de horas que serão necessárias para atender o cliente. A empresa oferece dois tipos de pacotes: o Full, com as três camadas de atuação: analista, controller e CFO, e o Strategy, quando o cliente já possui um analista interno e precisa apenas de um controller e um CFO.

 

Em termos práticos, considerando uma estrutura grande, uma startup necessitaria de um CFO, um controller e um analista para ter um setor financeiro organizado. Levando em conta a média salarial desses profissionais, o custo seria em torno de R$ 42 mil. Uma estrutura mais enxuta precisaria de um CFO e um analista, com média de custo de R$ 30 mil. O ticket médio da contratação do CFO as a Service da Triven, que é feita por horas e com um squad de profissionais de mercado, é de R$ 9 mil, uma economia de 70% em relação à estrutura mais enxuta. 

 

Ideal para empresas de pequeno e médio portes, o CFO as a Service permite que startups contem com o apoio de um profissional sênior, sem precisar fazer um investimento muito significativo neste ciclo de crescimento, ou seja, proporciona maior organização e eficiência na área financeira da startup, dentro de um custo reduzido.

 

O principal diferencial do modelo é que a startup não precisa manter um profissional sênior full-time, com custo alto para um negócio que está no começo ou se desenvolvendo, e que pode ficar ocioso até que a empresa ganhe mais musculatura. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp