27/03/2023 às 15h45min - Atualizada em 28/03/2023 às 00h03min

Por que gestores de clínicas e hospitais devem apostar em tecnologias e apps para engajar mais o paciente 5.0

SALA DA NOTÍCIA Juliana Chagas
Divulgação
Acolhimento, disponibilidade e comunicação. Esses são os pilares que norteiam o comportamento padrão do chamado Paciente 5.0. Adepto de novas tecnologias, esse público procura por soluções de saúde que proporcionem, além de segurança, flexibilidade e credibilidade.

Nesse cenário, de grandes transformações digitais no segmento de saúde, é imperativo que gestores de clínicas e hospitais ampliem seus horizontes e passem a incorporar, de maneira efetiva, as novas tecnologias e aplicativos para atender à exigente demanda desse novo paciente.

Isso porque uma gestão eficiente na saúde vai muito além de conquistar resultados positivos para o negócio, significa zelar pela vida, saúde e bem-estar das pessoas. Vale destacar aqui também que ao fazer uso de um software eficiente, hospitais e clínicas conquistam diversas vantagens, como otimizar tarefas; reduzir o trabalho manual; minimizar falhas humanas; garantir a segurança dos dados, armazenando-os na nuvem; gerar estatísticas em tempo real para guiar tomadas de decisão; tornar a rotina mais prática, ágil e agradável; e agregar valor à experiência do paciente.

Segundo dados apontados no Panorama de Clínicas e Hospitais 2023, realizado pela Doctoralia, maior plataforma de saúde do mundo, 49% das clínicas e hospitais analisados contam com um software pago para administrar as consultas, enquanto 29% têm um sistema próprio – números levemente maiores do que os apontados no Panorama de 2022: 45% e 25%, respectivamente.

Vale apontar que os métodos de gestão da agenda manuais e sem foco exclusivo no setor da saúde comprometem a produtividade da equipe, a segurança das informações e a eficiência da gestão, já que deixam os processos menos precisos e mais suscetíveis a falhas humanas. Como consequência, o paciente tem sua experiência prejudicada, visto que a sobrecarga da recepção impede que o atendimento tenha a qualidade esperada.

Hospitais, redes de clínicas e centros de saúde são sistemas muito complexos, portanto nem sempre fazer o uso de um único software pode ser suficiente para suprir todas as necessidades com precisão. Os dados apontados no Panorama de Clínicas e Hospitais 2023 indicam que a integração de softwares é uma realidade para 46% dos respondentes. Apesar de ser em diferentes níveis – alguns integram inclusive as soluções de terceiros (15%), enquanto outros o fazem apenas com as algumas (16%) ou todas as soluções internas (15%) –, o número indica que esta é uma característica da tecnologia valorizada pelo mercado.

Tais dados apenas corroboram as razões pelas quais gestores de clínicas e hospitais devem apostar em tecnologias e apps para engajar mais o Paciente 5.0. Somente assim, será possível a centralização de informações, análise crítica de dados e proporcionar cada vez mais uma experiência única na saúde.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp