23/03/2023 às 15h22min - Atualizada em 24/03/2023 às 00h03min

Dor nas costas x home office: especialista alerta para cuidados com a postura

Má postura tem intensificado o problema

SALA DA NOTÍCIA MP & ROSSI COMUNICAÇÕES
A pandemia da covid-19 alterou rotinas, deixou bons hábitos de higiene e manteve o home office para muitas pessoas, que transformaram em escritórios os “cantinhos” das casas. Entretanto, com o passar do tempo, aumentaram as reclamações de dores na coluna cervical - nuca e pescoço, lombar e região dorsal.  

De acordo com o médico ortopedista Marcelo Ruck, do hospital Santa Casa de Mauá, as principais causas dos problemas na coluna são obesidade, sedentarismo, genética e traumas. Porém, a má postura no home office tem contribuído para intensificar o problema.

Uma pesquisa realizada no Reino Unido apontou que durante a pandemia, mais de 80% das pessoas que trabalharam em home office sentiram algum desconforto na região das costas, do pescoço ou nos ombros.

Muitos desses escritórios improvisados não contam com as condições adequadas de trabalho, como por exemplo, uma cadeira confortável com apoio de braços, mesas e computadores na altura certa e apoio de pés. “Além do mobiliário, muitos maus hábitos colaboram para a sobrecarga na coluna e o agravamento das dores, como ficar sentado na mesma posição por muito tempo, seja usando o computador ou o celular; não se exercitar; usar mochilas pesadas; sapatos de salto, entre outros”, explica Ruck.

Ao trabalhar em casa é preciso ter disciplina e jamais trabalhar em cima da cama ou sofá, seja deitado ou encostado, com postura incorreta por longos períodos. Essas posições, que são consideradas "mais confortáveis", acabam prejudicando o pescoço, as costas e os quadris, causando dores e sérios problemas.

A automedicação para as dores nas costas precisa ser evitada, pois o alívio imediato pode dificultar o diagnóstico, além de mascarar os sintomas. Assim que for diagnosticado o problema na coluna é importante iniciar o tratamento para evitar a sua evolução para doenças crônicas, como lordose, escoliose e cifose. 

De acordo com o caso, medicamento, fisioterapia e cirurgia podem ser recomendados, bem como o fortalecimento por meio de exercícios físicos, natação e hidroginástica, pilates, reeducação postural global (RPG) e, principalmente, a correção da postura no dia a dia. “Vale ressaltar que os exercícios precisam ser acompanhados por educadores físicos ou fisioterapeutas a fim de que o problema na coluna não se agrave ainda mais”, orienta o ortopedista.

Prevenir os problemas na coluna é a melhor opção, seja no home office ou no trabalho presencial. Por isso, é importante ter uma boa cadeira com regulagem de altura e encosto para as costas. Ao se sentar, manter a coluna ereta, a lombar bem encostada e os pés sempre apoiados no chão ou no suporte. O antebraço precisa ficar apoiado ao usar o teclado e o mouse; a tela do computador ou do notebook precisa estar em altura adequada e a cada duas horas sentado é recomendado se levantar, caminhar e alongar a coluna – assim, a tensão em terminações nervosas e articulações são reduzidas.

“As dores nas costas podem afetar a produtividade, a motivação e até a limitação do profissional para algumas tarefas”, destaca o médico Marcelo Ruck.

O Hospital Santa Casa de Mauá está localizado na Avenida Dom José Gaspar, 1374 - Vila Assis - Mauá - fone (11) 2198-8300. https://santacasamaua.org.br/ . 

Informações à imprensa
MP & Rossi Comunicações
Marli Popolin / Luciana Ponteli
[email protected]
(11) 93099-1964
13/3/2023
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp