15/03/2023 às 15h35min - Atualizada em 17/03/2023 às 00h01min

Saiba como prevenir alergia nas ‘dobrinhas’ dos cães

Entre os problemas de pele mais importantes que acometem os cães durante o verão está o chamado “intertrigo”, também conhecido como “dermatite de dobras cutâneas” ou a famosa “alergia das dobrinhas”

SALA DA NOTÍCIA Fernanda de Souza Martins
Para a alegria virar alergia, basta mudar uma letra de lugar. Na saúde dos cães, essa linha tênue também é uma realidade: o mesmo clima de verão que permite os passeios e brincadeiras ao ar livre também é o ambiente perfeito para que microorganismos se tornem um perigo maior. Nesse cenário desafiador, animais que possuem muitas “dobrinhas” no corpo são mais vulneráveis às dermatites causadas pelos pequenos inimigos presentes na natureza.
“Nos períodos mais quentes do ano, os animais costumam ficar mais expostos ao sol, à água e a ambientes povoados por bactérias, como a areia. Por conta disso, o tutor precisa se manter atento a todos os detalhes, sendo importantíssimo manter a rotina de banhos em dia. A boa higiene é essencial”, diz a médica-veterinária Stefanie Poblete, analista técnica de marketing da Syntec.
Entre os problemas de pele mais importantes que acometem os cães durante o verão está o chamado “intertrigo”, também conhecido como “dermatite de dobras cutâneas” ou a famosa “alergia das dobrinhas”. Essa enfermidade atinge, principalmente, raças com muitas pregas cutâneas como pug, bulldog, shar-pei, basset hound e dachshund. “Essa dermatite é uma infecção bacteriana causada, principalmente, pelas condições de calor e umidade que podem ocorrer em dobras mais profundas da pele”, esclarece Stefanie.
De acordo com a veterinária, essa alergia tem quatro tipos. “A dermatite de dobras faciais é caracterizada pela presença de coceira na face, sendo comum a ocorrência de úlceras de córnea. Já a dermatite de dobras labiais gera hálito fétido e vermelhidão nas dobras no entorno da boca. As dermatites vulvares ocorrem em fêmeas com vulva infantil, causando mau odor e ferimentosna região. Neste caso, podem ocorrer também lambedura vulvar, micção dolorosa e infecção urinária. Por fim, a dermatite próxima à cauda que é mais comum em animais obesos.”
Em geral, os sintomas da alergia incluem perda de pelo e, claro, irritação na pele. “O tratamento tardio dessas condições pode levar o pet a desenvolver piodermite, problema mais sério, que afeta a qualidade de vida do cão. Por isso, é muito importante que os tutores procurem um veterinário logo nos primeiros sinais de alergia”, alerta Stefanie.
A melhor forma de lidar com esse problema é evitando que ele aconteça. Segundo a analista da Syntec, cuidados básicos de higiene são suficientes para prevenir as doenças de pele. “Além de banhos regulares, limpar as dobrinhas e secar o pet adequadamente após os banhos fazem toda a diferença para evitar que o cão tenha problemas na pele. Também é importante lembrar que manter o ambiente e os utensílios do pet e os brinquedos higienizados faz parte dessa rotina para manter a qualidade de vida dos nossos companheiros.”
A Syntec do Brasil oferece, em seu amplo portfólio, o shampoo terapêutico Peroíla. O produto a base de Peróxido de Benzoíla 2,6% é indicado para a prevenção e tratamento de dermatites superficiais e profundas, incluindo a dermatite de dobras cutâneas. Peroíla está indicado tanto para o uso preventivo quanto uso curativo, é necessário consultar sempre um Médico Veterinário para avaliar a necessidade de sua utilização.
Sobre a Syntec: A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira e há 18 anos no mercado, com foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Mais informações: www.syntec.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp