06/03/2023 às 14h32min - Atualizada em 07/03/2023 às 00h36min

Brasil derrota Colômbia no fechamento do torneio do Canadá no Circuito Mundial de Rugby Sevens

Seleção Brasileira Feminina de Rugby Sevens ocupa a 11ª posição do Circuito Mundial, faltando duas etapas para o fim

SALA DA NOTÍCIA Marcelo Abdalla Ribeiro
Mike Lee/World Rugby
O domingo foi de ação para a Seleção Brasileira Feminina de Rugby Sevens, as Yaras, que jogaram em Vancouver, no Canadá, a 5ª (e antepenúltima) etapa da temporada 2022-23 do Circuito Mundial de Rugby Sevens.


Depois de duras batalhas na sexta e no sábado, as Yaras foram a campo no BC Place no domingo na disputa de 11º lugar, contra uma velha rival, a Colômbia. As Tucanas colombianas apertaram com dois tries de Alzate logo no começo, mas o Brasil se impôs com Gabi Lima reduzindo antes do intervalo e com tries de Marina “Tchoba” Fioravanti, Rafa Zanellato e Gabi Lima novamente no segundo tempo para fechar o marcador em 26 a 12, mantendo a hegemonia entre as sul-americanas.


A Nova Zelândia se sagrou campeã do torneio ao derrotar a Austrália na grande final. Os Estados Unidos ficaram com o terceiro lugar e estão bem próximos dos Jogos Olímpicos. A França, já classificada para as Olimpíadas (país sede), está em quarto lugar, ao passo que a Irlanda ocupa a última vaga na zona de classificação. Não há rebaixamento na atual temporada.



A próxima etapa do Circuito Mundial de Rugby Sevens, será em Hong Kong, nos dias 31 de março e 1 e 2 de abril. A última etapa será em Toulouse, na França, entre os dias 12 a 14 de maio.


Boas notícias para o rugby sul-americano na categoria masculina
Vancouver também recebeu a 7ª etapa masculina do Circuito Mundial de Rugby Sevens e o título ficou com a Argentina, que bateu a França na final e segue fazendo sua melhor campanha na história. Os argentinos assumiram isoladamente a vice-liderança do Circuito e estão muito próximos de classificação direta aos Jogos Olímpicos de 2024, pois abriram 19 pontos de frente sobre Samoa, sexta colocada, faltando 3 torneios para o fim da temporada. A Nova Zelândia, lidera e a Argentina é seguida por França, Fiji e Austrália, que hoje estão na zona de classificação aos Jogos Olímpicos. No masculino, os 4 primeiros colocados avançam diretamente aos Jogos Olímpicos, ao passo que a França já está classificada como país sede. A Argentina, classificada diretamente pelos Circuito Mundial, abre mais uma vaga a mais para a América do Sul nos Jogos Olímpicos, aumentando as chances do Brasil.

 
Classificação da temporada feminina, após 4 torneios:


1º Nova Zelândia – 98 pontos
2º Austrália – 84 pontos
3º Estados Unidos – 82 pontos
4º França – 66 pontos
5º Irlanda – 58 pontos
6º Fiji – 48 pontos
7º Grã-Bretanha – 44 pontos
8º Canadá – 26 pontos
9º Japão – 25 pontos
10º Espanha – 20 pontos
11º Brasil – 13 pontos


Sobre a Confederação Brasileira de Rugby (CBRu)
A CBRu tem o apoio do Comitê Olímpico do Brasil e do Ministério do Esporte e como
patrocinadores: Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), TIM, Estácio, Deloitte, Alupar Taesa, Comgás, Cultura Inglesa, Pinheiro Neto Advogados e Crown Embalagens. Também são fornecedores e apoiadores do rugby brasileiro: Gerdau, Atlas Schindler, Gilbert, CVC Capital Partners e Universal Assistance. A franquia Cobras Brasil XV, marca criada e gerenciada pela CBRu para a disputa da Super Rugby Américas, também é apoiada por Superbid, CSN, Irko Hirashima e Universal Assistance. www.brasilrugby.com.br / @BrasilRugby / @cobrasbrasilxv
(Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e You Tube).
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp