28/09/2022 às 00h00min - Atualizada em 28/09/2022 às 00h00min

Indústria catarinense cresce acima da média nacional, diz Fiesc

Canva
Em julho, a produção industrial catarinense cresceu 1,9% ante o mês anterior e representou a quarta expansão consecutiva. O resultado superou a média nacional, que teve alta de 0,6%. Os setores de máquinas e equipamentos, produtos de borracha e de material plástico e veículos automotores apresentaram os melhores desempenhos de crescimento no último trimestre móvel, sem os efeitos da sazonalidade. Os dados foram analisados pelo Observatório FIESC.

“Santa Catarina tem registrado crescimento na indústria em diversos setores, o que mostra que a nossa economia se mantém aquecida, principalmente com a recuperação gradual de atividades afetadas pelos desafios na oferta de matérias-primas e pelo alto custo delas”, avalia o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar.

Em comparação aos demais estados, Santa Catarina registrou o terceiro maior crescimento em julho, atrás somente do Pará e Mato Grosso. A redução do crescimento mundial nos últimos meses incentiva a queda nos preços globais de insumos industriais, com destaque para semicondutores e derivados do petróleo, como os polímeros da indústria plástica.

No cenário externo, o maior crescimento na produção industrial foi registrado no setor alimentício. “Esse desempenho é impulsionado pela exportação de carnes de aves e pela recente demanda por carne suína para os países asiáticos”, ressalta a economista do Observatório FIESC, Camila de Oliveira.

Além disso, houve a expansão de produtos de metal nas exportações de insumos para o setor da construção nos Estados Unidos e de papel kraft, para países como Guatemala e Equador, aquecendo o setor de papel e celulose.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp