06/09/2022 às 23h15min - Atualizada em 10/09/2022 às 00h02min

Sua vagina em dia!

Entenda os riscos do uso de Perfume íntimo, os mitos da endometriose e como a ginástica vaginal pode ajudar na autoestima da mulher moderna!

SALA DA NOTÍCIA Renata Sbrissa
André Pineda
Nas últimas semanas, o tema ginecologia funcional e regenerativa ficou em evidência com alguns depoimentos de famosas, entre elas a cantora Anitta, que declarou sofrer de endometriose e por lançar um perfume íntimo. Do outro lado, a atriz Maitê Proença também ressaltou publicamente que faz ginástica íntima.

Então, nada melhor do que tirar as dúvidas com especialistas no segmento, não é mesmo?

Segundo a Dra. Carla Iaconelli, especialista em medicina reprodutiva, o uso de perfume na genitália feminina não é adequado, pois a região é muito sensível. A orientação médica é que se lave as partes íntimas com água e sabonete neutro de glicerina.

“A utilização regular dos desodorantes pode mascarar possíveis infecções, amenizando odores que são sinalizadores de doenças. Ter odor é natural, mas se há mau cheiro pode ser um sinal de infecção, por exemplo. Em muitos casos, as infecções são acompanhadas de corrimento vaginal”, alerta a obstetra.

Em se tratando em corrimento vaginal, o ginecologista Rogerio Tabet é taxativo: “Dependendo da cor, cheiro e muco pode sim indicar doenças como vaginite, gonorreia ou candidíase. Pode ser viscoso ou liquido, depende do ciclo hormonal, mas o corrimento normal é incolor ou levemente branco-amarelado, sem odor”, diz o médico conhecido na internet como Dr. Bigodin.

Tabet aproveita para falar da endometriose, doença tão falada por causa do comunicado da cantora Anitta e de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que no Brasil 15% das mulheres ou sete milhões sofrem com a endometriose, sendo uma das principais causas de infertilidade nas pacientes.

Dr. Rogério ressalta ainda que os principais sintomas de endometriose são: cólicas menstruais de forte intensidade; dores durante as relações sexuais; dor e sangramento intestinais e urinários durante a menstruação e dificuldade de engravidar.

A saúde intima feminina tem que ser tratada com cuidado e bons exames periódicos. Estar com a “vagina em dia” também reflete na autoestima da mulher moderna, sabia?

Por exemplo, a ginástica íntima, método usado pela atriz Maitê Proença e outras influencers brasileiras, ainda é uma excelente aliada para melhorar a vida sexual da mulher. Além de desenvolver um maior controle dos músculos, exercitar o assoalho pélvico promove uma melhor irrigação sanguínea para a região, aumenta a lubrificação vaginal e, também, a libido.

"Além da idade, a prática de exercícios de alto impacto como a corrida, gravidez e parto (ou a remoção cirúrgica do aparelho reprodutor feminino), podem levar ao enfraquecimento desses músculos, o que vai afetar a relação sexual da mulher e pode até ocasionar em problemas como incontinência urinária ou prolapsos (queda da bexiga e do útero), já que está tudo interligado”, explica Dra. Carla.

Para finalizar, a especialista em reprodução humana explica também os benefícios do laser vaginal, procedimento pode ser feito por mulheres de todas as idades que apresentam algum problema ou desconforto na região íntima: “O tratamento provoca micro lesões na derme vulvar ou mucosa vaginal, estimulando a produção de novas fibras de colágeno e a regeneração do local, melhorando sua lubrificação e diminuindo possíveis desconfortos durante o ato sexual, por exemplo”, diz a médica.


Para saber mais:
Sobre os médicos: 
https://www.instagram.com/dra.carlaiaconelli/ 
https://www.instagram.com/dr.rogeriotabet/ 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp