04/08/2022 às 18h28min - Atualizada em 04/08/2022 às 20h50min

Parque Vila Velha é exemplo de investimento privado na exploração sustentável

Crescimento no turismo está relacionado à proximidade com a natureza e preocupação com a sustentabilidade

SALA DA NOTÍCIA Jana Fogaça
www.vempradescomplica.com.br
Valterci Santos
O turismo no país teve um excelente crescimento que, mesmo esperado, superou as expectativas de muitas empresas do setor no primeiro semestre de 2022. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, o crescimento no período supera os 42%.
A previsão é que sejam movimentados mais de 160 bilhões de reais esse ano, superando o valor de 154 bilhões realizados em 2021 segundo a Fecomercio/SP, mesmo com todos os prejuízos causados pela pandemia.
Segundo o IBGE, a região Sul ficou apenas atrás do Nordeste, nela o estado do Paraná vem se destacando como um dos maiores expoentes do turismo doméstico no país, ficando à frente de Santa Catarina que conta com belas praias, festas e outras atividades.
Os pontos turísticos paranaenses com atrativos naturais, hoje, tornam-se mais atraentes com atividades de lazer, infraestrutura aprimorada para receber o turista e a gastronomia típica encontrada em diversos estabelecimentos.
Um desses exemplos é o Parque Vila Velha, a primeira área de preservação concedida à iniciativa privada no estado do Paraná, com o objetivo de exploração sustentável de um dos mais conhecidos marcos turísticos do país.
Sob os cuidados da empresa Soul Vila Velha com um investimento de mais de 15 milhões de reais, somente na primeira fase do projeto, foi possível verificar várias espécies, como o lobo-guará, onça suçuarana e o quati, além da manutenção da flora nativa da região.
Com a supervisão do Instituto Água e Terra, a sustentabilidade está lado a lado com a exploração turística, informando e educando mais a população acerca da proteção ao meio ambiente.
“A sustentabilidade é um dos requisitos para que haja a preservação de locais históricos, de mata e de espécies ameaçadas, como aqui no Parque Vila Velha. Nós implantamos desde a coleta seletiva de lixo, a proteção de locais de preservação, a educação através de operadores e guias, seguimos o Plano de Manejo da Unidade de Conservação, entre outras soluções”, afirma o gestor do Parque Vila Velha, Leandro Ribas.

Zero lixo
Além disso, o Parque Vila Velha é o primeiro parque de uma unidade de conservação do país a conquistar o selo Aterro Zero por sua Gestão de Resíduos Sólidos. O certificado é a garantia de que parque faz corretamente a coleta e destinação de todos os resíduos gerados por sua operação, sem destinar um único grama de lixo para aterros sanitários.
Todo esse investimento em infraestrutura e preservação fez com que o Parque Vila Velha tivesse um crescimento de 37% no número de visitantes em relação ao mesmo período de 2021 e já superando a visitação no mesmo período pré-pandemia.
“Fizemos a Reforma do Centro de Visitantes, implantação de quatro operações gastronômicas, transformação dos ônibus para transporte interno em jardineiras, revitalização da praça do Centro de Visitantes em área de estar, sinalização em todos os atrativos naturais que permitem a visita autoguiada, aquisição e operação de balão estacionário, reformulação da Caminhada Noturna com a aquisição de um potente telescópio, entre outros”, diz Ribas.

Conexão em meio à natureza
Existe também internet sem fio para os visitantes em áreas estratégicas do parque, câmeras de segurança, loja de souvenirs, operação de fotos. Além disso conta com as atividades de arvorismo, tirolesa e cicloturismo para tornar a visita mais radical e emocionante.
Com mais de 31 mil e quinhentos visitantes só no primeiro semestre de 2022, o Parque Vila Velha está se tornando parada obrigatória para quem busca o turismo no Estado, um exemplo de que é possível a exploração sustentável de parques e pontos turísticos, trazendo como vantagem maior a preservação da história e do meio ambiente para as gerações futuras.



Vivendo a natureza
Além dos atrativos naturais, como os Arenitos, Furnas e Lagoa Dourada, quem visita o Parque Estadual de Vila Velha encontra opções de aventura, como por exemplo a Tirolesa mais linda do Brasil na Furna dos Lambaris, o Arvorismo em um incrível bosque de Araucárias, o Cicloturismo contemplativo de belas paisagens, além das caminhadas noturnas que acontecem em datas programadas.
Dentre as opções gastronômicas, o Parque conta com restaurante e armazém no Centro de Visitantes com vários pratos típicos paranaenses, um container para lanches em Furnas e um café na Lagoa Dourada. Energia para antes, durante e depois dos passeios pelo Parque.

Sobre o Parque Vila Velha
Localizado a uma hora de Curitiba, o Parque Estadual de Vila Velha é o primeiro parque estadual criado no Paraná, em 1953, e atualmente é uma concessão do Governo do Estado do Paraná, por meio do Instituto Água e Terra, à Soul Vila Velha, uma empresa da Soul Parques.
As bilheterias funcionam até as 15 horas. O parque indica, a chegada ainda pela manhã, para que o visitantes possam conhecer os três atrativos naturais – Arenitos, Furnas e Lagoa Dourada – se deliciar com as diversas opções gastronômicas e ainda aproveitar as atrações de aventura – Cicloturismo, Arvorismo e Tirolesa.
Mais informações podem ser obtidas no site www.parquevilavelha.com.br ou nas redes através do @parquevilavelha.


 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp