27/01/2021 às 12h27min - Atualizada em 27/01/2021 às 12h27min

​Santa Catarina já vacinou mais de 48 mil pessoas, diz governo

Da Redação
Ricardo Wolffenbuttel/ SECOM
A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina informou que, até o final da tarde de terça-feira, 26, Santa Catarina já aplicou 48.733 doses da vacina contra a Covid-19. O levantamento foi feito com base em informações enviadas pelos municípios entre os dias 19 a 26 de janeiro, já que o sistema para registro das doses do Ministério da Saúde apresentou instabilidade. Como não são todos os municípios que divulgaram as informações, o levantamento é preliminar e o número pode ser maior.

“O Governo do Estado está fazendo a parte que lhe compete, que é a logística de distribuição das vacinas em todo o território, além de dar apoio aos municípios. É importante mantermos um ritmo acelerado de vacinação das doses que chegam. Garantimos que as vacinas chegarão rapidamente às prefeituras assim que repassadas pelo Ministério da Saúde”, afirma o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

Na primeira remessa, o Estado recebeu um total de 144.040 doses da vacina contra a Covid-19 da empresa Sinovac/Butantan. Foram distribuídas 71.040 doses para as 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVEs) de Santa Catarina, que armazenaram e distribuíram as doses a todos os 295 municípios catarinenses. As doses restantes estão armazenadas na Central Estadual de Rede de Frio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) para serem utilizadas como segunda dose. Esse envio ocorrerá a partir do dia 02 de fevereiro Para que a pessoa seja considerada imunizada, é necessária a aplicação de duas doses, com intervalo de 15 dias.

“Considero que todo o planejamento e execução da logística de distribuição das vacinas foi um sucesso. Em uma ação conjunta entre Secretaria Estadual de Saúde, órgãos de segurança, Defesa Civil e municípios, conseguimos transportar as vacinas em segurança, preservando sua qualidade. Todo esse trabalho ocorreu sem nenhuma intercorrência”, destaca Eduardo Macário, superintendente de Vigilância em Saúde de Santa Catarina.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp