04/07/2022 às 09h55min - Atualizada em 05/07/2022 às 00h01min

Tecnologia ajuda o e-commerce a vender mais e com segurança

Empresas que se preocupam com seus usuários e implantam soluções de segurança e armazenamento de dados pessoais e que evitam vazamentos, atraem maior número de clientes e vendas em datas comemorativas

SALA DA NOTÍCIA Claranet

Durante o ano temos diversas datas comemorativas no Brasil que geram grandes rendas para o mercado brasilerio. Segundo pesquisa feita pelo Mercado Ads, em parceria com a Ipsos, 91% das pessoas buscam presentes para datas comemorativas via internet. Mas como a tecnologia pode ser aliada no crescimento do e-commerce ajudando-os a aumentarem suas vendas com segurança? 

 

Segundo Marcos Andrade, CMO da Claranet, especialista em serviços em nuvem e gerenciamento de aplicativos críticos, as vendas pela internet movimentam grande parte se não a maior dos números gerais de vendas, principalmente após a popularização dos marketplaces com a pandemia de COVID-19. Por isso, garantir a segurança dos dados dos usuários é essencial para que essas vendas aconteçam em ambientes seguros para os clientes e, claro, para as empresas. 

 

“O varejo tem como principal função tornar a experiência do cliente o mais confortável e assertiva possível. Além de garantir a comodidade, já que não é mais necessário ir até um centro de compras físico, as lojas virtuais precisam garantir que os dados de seus usuários estejam seguros”, comenta Andrade.

 

Segundo a Neotrust, o e-commerce no Brasil teve um aumento de 12,6% no primeiro trimestre do ano, o que representa R$ 39,6 bilhões ao comércio digital. Por isso, mais que nunca, os e-commerces precisam estar prontos para os altos picos de acessos e vendas que vão acontecer nesses períodos. Além do quesito segurança, os sites precisam ser capazes de fazer um deploy ágil e eficiente. 

 

“Com isso, essas empresas devem adotar soluções como, por exemplo, armazenamento de dados em nuvem, garantir a segurança de dados e fazer investimentos em estruturas tecnológicas capazes de garantir que cada acesso e compra sejam feitos em ambiente seguro e sem a recorrência de vazamento de seus dados pessoais, por exemplo”, diz o executivo. 

 

De acordo com Marcos, o mercado ainda pouco fala, mas sabe-se que a segurança dos dados pessoais, seguindo as regras em vigor com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), não é só importante para o seu usuário, ela é de extrema importância também para o seu negócio.

 

Um estudo feito pela “2021 Software Vulnerability Snapshot” com base em dados de 3.900 apps e lojas online mostra que 28% deles já tiveram exposição dos dados. Marcos comenta que para evitar que ataques ocorram, as empresas devem obter uma solução de cibersegurança corporativa.

 

Esse software é capaz de identificar qualquer ponto fraco, falhas no sistema e todo tipo de bug é identificado logo no início do ataque virtual para que sejam corrigidos rapidamente sem maiores danos para as empresas e usuários. Além, claro, de evitar processos relacionados à LGPD, prejuízos financeiros, danos à imagem e interrupção no fluxo de trabalho e vendas que garantam o crescimento das companhias em datas expressivas para o mercado brasileiro. 

 

“Por esse motivo, a Claranet trabalha junto de seus clientes para entender suas dores e trazer soluções que ajudem em suas vendas, garantindo, assim, o desenvolvimento de seus negócios com segurança ampliando sua atuação e garantindo alta capilaridade no mercado em que atuam”, finaliza Andrade.


 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp