23/01/2021 às 20h23min - Atualizada em 23/01/2021 às 20h23min

Avaí marca gol nos acréscimos e mantém esperança de acesso na última rodada

Marcos Eduardo Carvalho
André Palma Ribeiro/Avaí FC
Com um gol marcado nos acréscimos, o Avaí venceu o eliminado Guarani por 2 a 1, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, na tarde deste sábado, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e retomou as esperanças.

Ainda é difícil, mas o time catarinense foi a 55 pontos, em sexto lugar e mantém as chances remotas de acesso na última rodada.

Agora, o Avaí visita o vice-líder América-MG sexta-feira, às 21h30, onde precisa vencer e torcer para que o Juventude perca para o Guarani e que o CSA perca fora de casa para o ameaçado Náutico.

O JOGO.

Em campo, o Avaí começou com dificuldades em pressionar nos primeiro minutos. Bem fechado, o Guarani não dava muitos espaços.

Nos contra-ataques, o Guarani levava perigo, como aos 17min, quando o zagueiro Alemão salvou na pequena área, sem goleiro, após Glédson fazer grande defesa e dar rebote. Na sequência da jogada foi a vez do Avaí atacar e desperdiçar grande chance, com Getúlio, que tentou driblar o goleiro, não conseguiu, e Gabriel fez grande defesa.

Aos 21min, saiu o gol do Avaí. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Alemão desviou de cabeça, na pequena área e abriu o marcador: 1 a 0.

O Guarani, mesmo eliminado, não estava morto. E em seguida teve duas grandes chances de empatar, incluindo uma bola na trave esquerda de Glédson, com Pablo.

Aos 29min, o time de Campinas acertou o travessão, em chute cruzado de Todinho, que quase pegou Glédson no contrapé.

Até o final do primeiro tempo, o time de Campinas continuou melhor e buscando o empate, mas sem conseguir. E o Avaí, aliviado com o fim da pressão, foi para o intervalo com vantagem parcial.

No segundo tempo, o Avaí parecia ter voltado melhor, mais ofensivo, mas logo aos 7min, na primeira chance, o Guarani empatou. Junior Todinho recebeu na área, chutou forte e a bola desviou na cabeça de Alemão antes de entrar: 1 a 1.

Assim, o time da casa tinha mais cerca de 40min para evitar uma eliminação precoce. E, mesmo em casa, tinha dificuldade em se impor. O Guarani era ainda mais perigoso nos contra-golpes. Aos 22min, por exemplo, Glédson fez mais uma grande defesa, em chute de fora da área, desviando para escanteio.

O tempo ia passando e o Avaí não criava. Estava acuado e abatido com o empate. O Guarani ficava a maior parte do tempo no campo de ataque e parecia que era o time paulista quem estava brigando pelo acesso.

O time da casa chegou com perigo aos 40min, quando Jonathan recebeu livre pelo meio e dividiu com o goleiro Gabriel, que acabou se machucando na jogada.

Outra grande chance veio aos 45min, novamente com Jonathan, que desta vez acertou um chute forte, no pé da trave.

Aos 48min, o zagueiro Wálber, do Guarani, foi expulso por cometer falta violenta. Ainda restavam mais dois minutos de partida. A falta, no entanto, gerou uma grande confusão entre os jogadores dos dois times.

Na cobrança da falta, Edilson, do Avaí, também foi expulso, após uma reclamação mais forte sobre o árbitro, que deu vermelho direto.

Mas, no último ataque, Getúlio deixou Jonathan na cara do gol e o atacante encheu o pé para fazer o segundo gol: 2 a 1. Aí, foi o final da partida.
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp