23/01/2021 às 09h24min - Atualizada em 23/01/2021 às 09h24min

​Figueirense: em busca da ‘missão impossível’ para evitar a queda no ano do Centenário

Marcos Eduardo Carvalho
Arthur Dallegrave/ECJuventude
Uma situação dificílima e, dentro da realidade futebolística, praticamente impossível de ser revertida. No ano em que completa 100 anos, o Figueirense tem grandes possibilidades de disputar a Série C do Campeonato Brasileiro.

Um clube que, há cincos, estava na elite nacional, agora está indo para a terceira divisão do país. A não ser que um ‘milagre’ aconteça. Na sexta-feira, o Figueira perdeu por 2 a 1 para o Juventude, fora de casa, em uma partida polêmica e com final eletrizante. O time catarinense abriu o placar com um gol irregular, na reta final da partida, quando a bola havia saído antes do cruzamento que originou o gol.

Porém, em seguida, o goleiro Rodolfo Castro falhou, o Juventude empatou e, no embalo, virou no último lance do jogo. Resultado praticamente fatal para os comandados do técnico Jorginho.

Com 39 pontos, o Figueirense está em 17º lugar, três a menos do que Náutico e Vitória, que ainda vão jogar nesta penúltima rodada e que são os únicos que podem ser alcançados agora.

Neste domingo, o Náutico visita o descompromissado Cruzeiro, às 16h, em Belo Horizonte. Um empate já tira o time pernambucano do alcance na última rodada. E, na terça-feira, o time baiano recebe em Salvador o Botafogo-SP, vice-lanterna e já rebaixado. Se o Vitória somar ao menos um ponto, também não pode mais ser alcançado e o Figueira estará rebaixado.

Mas, se Náutico e Vitória perderem, o time de Santa Catarina chega na última rodada com chance. Teria que vencer na sexta-feira, às 21h30, a eliminada Ponte Preta, no estádio Orlando Scarpelli. Qualquer outro resultado resultaria em rebaixamento. E, além disso, precisaria contar, necessariamente, ou com uma derrota do Vitória para o eliminado Brasil, em Pelotas, ou para uma derrota do Náutico, em casa, para o CSA, que ainda briga pelo acesso.

"Aconteceu um lance de infelicidade do Rodolfo. É difícil, a gente sabe. Temos que ver os resultados do Vitória e Náutico para chegar para a última rodada com chance, e fazer o nosso. Não tem muito o que falar. Temos que assumir nossas responsabilidades e honrar o Figueirense", disse o zagueiro Alemão, após a partida em Caxias do Sul.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp